UNIFACS fecha acordo de Cooperação com Fundação Gregório de Matos

UNIFACS fecha acordo de Cooperação com Fundação Gregório de Matos

Na abertura do evento “Patrimônio é… 2019”, que ocorreu na noite 16 de abril no Espaço Cultural da Barroquinha em Salvador, a reitora da Universidade Salvador (UNIFACS), Marcia Barros, e o presidente da Fundação Gregório de Matos (FGM), Fernando Guerreiro, assinaram um Acordo de Cooperação Técnica e Científica entre a instituição e a Gerência de Patrimônio Cultural (GEPAC), vinculada à Diretoria de Patrimônio e Humanidades da FGM.

Essa parceria irá favorecer tanto os estudantes de diversos cursos da Universidade como Arquitetura, Jornalismo e Engenharia, quanto a Fundação Gregório de Matos, que contará com o corpo estudantil e docente para ajudar em seus trabalhos de preservação do patrimônio histórico e cultural de Salvador. Durante todo o ano de 2019 os alunos terão cadeiras garantidas em todas as edições do “Patrimônio é… 2019”.

“Essa foi uma iniciativa muito saudável que irá beneficiar a todos, pois se ganha dos dois lados. Ganha a cidade com a expertise que a Universidade já vem desenvolvendo em seus projetos, e ganham os alunos, que vão poder viver uma realidade mais próxima da existência da nossa cidade no que diz respeito à preservação do patrimônio. A gente consegue viver a universidade fora da universidade”, enfatiza a reitora Marcia Barros.

centro cultural barroquinha

O evento “Patrimônio é… 2019” iniciou sua terceira edição com uma roda de conversas sobre o tema “Patrimônio Arqueológico: vestígios do passado”, que contou com a presença da Bacharel em Antropologia e Mestra em arqueologia, Jeanne Almeida Dias; o professor da UNIFACS, Luís Gustavo Gonçalves Costa, que é arquiteto e urbanista especialista em patrimônio arquitetônico, preservação e restauro; além de coordenador do Núcleo de Extensão e Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo da Universidade (NEPAUR), e o arquiteto e urbanista, mestre em Ciências Sociais (antropologia/arqueologia) atuando, exclusivamente na área do Patrimônio Cultural, Luiz Augusto Viva do Nascimento.

Texto: Elisa Brotto – estudante de Jornalismo e repórter da Avera – Agência de Notícias
Foto: Vinicius Bezerra – estudante de Publicidade e Propaganda e fotógrafo da Avera Agência de Notícias


maira.cortes