O importante papel do Biomédico no combate ao Coronavírus

O importante papel do Biomédico no combate ao Coronavírus

Mais de seis milhões: esse é o número de testes com resultados positivos para Covid-19 feitos no Brasil até o início de dezembro. E garantir que esses exames sejam realizados da maneira correta, com resultados fidedignos é a principal função dos biomédicos que, como outros profissionais da Saúde, se encontram na linha de frente no combate à pandemia.

Atuando em diferentes funções no dia-a-dia, o biomédico é quem prepara o ambiente onde serão realizadas as testagens, valida protocolos e sinaliza aos pacientes quais são as indicações e as necessidades antes, durante e depois da realização do exame.

Diferente do trabalho do médico, que costuma lidar diretamente com os pacientes e seus sintomas, o biomédico normalmente atua na análise de resultados dos vários tipos de testagens disponíveis nos laboratórios, explica a coordenadora do curso de biomedicina da UNIFACS, Rosalina Santos. “Nossa rotina envolve garantir que, por meio de protocolos previamente estabelecidos, se possa fazer um processamento de dados que tragam um resultado fidedigno do que se passa com o paciente”. Além dos testes para coronavírus, exames complementares também são responsabilidade dos biomédicos.

Segundo Rosalina, entre os protocolos estão questões como garantir a qualidade do material coletado e fazer a gestão dos instrumentos utilizados, para construir um laudo que seja também de qualidade. Esse documento, somado às informações trazidas pelo médico e em conjunto com os dados coletados nos insumos biológicos, podem trazer indicatórios sobre as possíveis causas de desconforto do paciente e dar ao médico, um caminho para a solução, inclusive, no combate a Covid-19.

“Os fluidos biológicos falam por si só, mas, para isso, precisa existir um controle de qualidade, seja na parte do recebimento, na análise, até a etapa final do processamento dos dados e construção do laudo. Esse cuidado vai garantir que a testagem feita tenha um resultado verdadeiro e não um falso positivo ou negativo”, afirma Rosalina.

Se você tem interesse em saber mais sobre o curso de Biomedicina da UNIFACS, ofertados em Salvador e em Feira de Santana, clique aqui.

Compartilhar

Fale via WhatsApp