Sistemas e Computação

topo

Histórico

A UNIFACS é pioneira na implantação de Cursos de Mestrado na área de Computação na Bahia. O primeiro curso de pós-graduação Stricto Sensu recomendado pela CAPES na área de Ciência da Computação do estado da Bahia foi o Mestrado Profissional em Redes de Computadores (1999), estabelecido a partir da formação do Núcleo de Pesquisa Interdepartamental em Redes e Computação (NUPERC).

O Mestrado Acadêmico em Sistemas e Computação da UNIFACS foi recomendado pela CAPES em 2005. O mestrado tem de maneira geral como objetivo desenvolver e explorar aptidões que habilitem o aluno a adotar a metodologia científica e tecnologia avançada na concepção, manutenção e desenvolvimento de sistemas computacionais.

Objetivo

Objetivo geral do mestrado:

  • Desenvolver uma sólida formação acadêmica em Ciência da Computação bem como experiência em pesquisa e desenvolvimento tanto de sistemas e aplicações computacionais, como em metodologias e técnicas de computação necessárias para apoiar o desenvolvimento de sistemas computacionais contemporâneos.

Objetivos específicos do mestrado:

  • Formar profissionais capazes de atuar tanto no ensino e pesquisa em computação, como no mercado de trabalho nas áreas de redes de computadores, engenharia de software, multimídia e tecnologias web, visando atender às atuais demandas identificadas na Bahia e região Nordeste.
  • Formar mestres com atuação na docência de forma a suprir as necessidades de professores das IES da Bahia e Nordeste.
  •    Contribuir para a formação de doutores, suprindo a carência deste perfil profissional na Bahia e Nordeste através da formação de mestres vocacionados para a pesquisa.

Formar mão de obra altamente qualificada que possa suportar novas tecnologias no âmbito dos sistemas de computação.

Linhas de Pesquisa

O Mestrado Acadêmico em Sistemas e Computação da Unifacs possui uma única área de concentração “Sistemas e Computação” e três linhas de pesquisa:

Público Alvo

Graduados ou Pós-graduados em Informática, Engenharias, Matemática ou áreas afins.

Coordenação

Prof. Dr. Joberto Sérgio Barbosa Martins
Coordenador do Programa de Pós-graduação em Sistemas e Computação Mestrado em Sistemas e Computação

LINHAS DE PESQUISA E CONTEXTUALIZAÇÃO:

O Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação (PPGCOMP) oferece formação em três linhas de pesquisa:

– Redes de Computadores;
– Engenharia de Software e;
– Multimídia e Aplicações Avançadas.

Atualmente os tópicos de atuação e de interesse do PPGCOMP são (lista não exaustiva):
· Métodos, Técnicas e Ferramentas para Engenharia de Software
· Banco de Dados, Qualidade de Dados e Mineração de Dados
· Internet do Futuro, OpenFlow e Modelos de Alocação de Recursos
· Smart GRID e Smart City
· Visualização e Ferramentas de Produtividade de Software
· Sistemas de Geoprocessamento
· Gerência Autonômica
· Monitoração de Redes e Serviços
· Engenharia de Requisitos e Testes Ágeis
· Serviços baseados em ITIL 2011, ISO 20000, CMMI Services e MPS
· Inteligência Computacional
· Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) e XBRL
· Web Semântica / Ontologia
· Redes baseadas em Contexto
· Aplicações Multimídia e de Realidade Virtual
· Engenharia de Documentos
· Desenvolvimento Dirigido por Modelos e Geração Automática de Código
· Compreensão, Manutenção e Métricas de Software

Do ponto de vista do foco e contextualização da formação, as três linhas de pesquisa da área de concentração ‘Sistemas e Computação’ – Engenharia de Software; Multimídia e Aplicações Avançadas; e Redes de Computadores – cobrem áreas relevantes e de forte demanda na Região Metropolitana de Salvador e do interior do Estado.

Particularmente, a linha de pesquisa em Engenharia de Software tem demonstrado um aumento de demanda nos últimos 03 anos. Esta demanda é oriunda principalmente das indústrias de software, de Instituições de Ensino Superior e do setor de serviços que, por sua vez, são estimulados pelas ações do Parque Tecnológico da Bahia e por incentivos governamentais. No caso específico das Instituições de Ensino Superior, existe também uma forte demanda resultante da necessidade de qualificação do corpo docente que, por sua vez, se alinha tematicamente com demandas da sociedade e do mercado.

Em relação aos aspectos temáticos e de formação específica, destacamos uma formação articulada entre as duas linhas de pesquisa mais requisitadas, isto é, Engenharia de Software e Redes de Computadores, com dois temas principais: Aplicações Web e Multimídia. Assim, a formação oferecida em termos de disciplinas, abrange as linhas redes de computadores, engenharia de software e multimídia e aplicações avançadas através de vertentes ou focos mais específicos, a saber:

– Engenharia de Software com ênfase em Multimídia
– Engenharia de Software com ênfase em Web
– Redes Avançadas com ênfase em Multimídia
– Redes Avançadas com ênfase em Web

IPQoS – Núcleo de Pesquisa em Redes IP e Qualidade de Serviço

Coordernador: Prof. Dr. Joberto Martins

O IP&QoS atua com foco nas redes de próxima geração e sistemas computacionais complexos. Novos paradigmas e métodos abordados incluem aplicação de técnicas de inteligência artificial para sistemas computacionais complexos, as cidades inteligentes, a Internet das Coisas (IoT), as redes definidas por software (SDN/ Openflow), os mecanismos de virtualização, a mobilidade, qualidade de serviço e experiência (QoS/ QoE), a escalabilidade, a gerência cognitiva de redes e sistemas  computacionais complexos. Tecnologias aplicadas incluem o IoT, OpenFlow, técnicas de aprendizado de máquina (machine learning) , MPLS/GMPLS, redes de sensores, RFID, redes sem fio, redes ópticas, redes pessoais e residenciais (PAN/HAN) visando o desenvolvimento de aplicações e sistemas. Entre os grandes sistemas envolvidos nas pesquisas destacamos as cidades inteligentes (Smart City) e a soluções de rede elétrica inteligente (Smart Grid).

Projetos em andamento:

  • RePAF – Dynamic and Cognitive Resource Todosocation Model and Framework for MPLS, Elastic Optical Network (EON), Internet of Things (IoT) and Network Function Virtualization (NFV)
  • Smart Systems and Applications – Smart City and Smart Grid
  • Qualidade do Ambiente Urbano em Cidades Humanas e Inteligentes
  • Network Scenario Description Language (NSDL)
  • Context-aware Framework for Adaptive Routing em Redes SDN (CAARF-SDN)

GROW – Grupo de Redes Ópticas e Wireless

Coordernador: Prof. Dr. Joberto Martins

O GROW atua em diversos aspectos da pesquisa em tecnologias ópticas, tais como a alocação de recursos para redes ópticas elásticas (EON –  Elastic Optical Networks), a especificação de arquiteturas e protocolos para redes ópticas, o desenvolvimento de estudos e ferramentas para projeto e otimização de redes ópticas: ferramentas de simulação SimRWA, OB2S e TONets e estudos sobre clusterização em redes de sensores sem fio.

GESA – Grupo de Pesquisa em Engenharia de Software

Coordernador: Prof. Dr. Paulo Caetano

O Grupo de Engenharia de Software e Aplicações (GESA) objetiva estudar a disciplina de engenharia de software e áreas correlatas. Dentro do universo da engenharia de software, áreas de especial interesse são: qualidade de software, métodos ágeis, engenharia de requisitos, manutenção de software, engenharia de software experimental, arquitetura orientada a serviços, serviços Web e visualização de software. Dentro das áreas correlatas, estudam-se disciplinas de outras áreas da computação aplicadas ou sobre a perspectiva da engenharia de software, entre elas: banco de dados, visualização de informação, Ontologias, Web Semântica, XML e aplicações, Sistemas de Informações Financeiras (XBRL, blockchain, etc.), segurança da Informação e governança de TI. Além disto, o GESA apoia através de bolsas de IC e da participação docente, os cursos de graduação em Sistemas de Informação, Ciência da Computação e Engenharia de Computação da universidade. O GESA fica lotado no NUPERC-UNIFACS e é um dos grupos de apoio ao Mestrado em Sistemas e Computação da Universidade Salvador.

GAMA – Grupo de Pesquisa em Aplicações Multimídia Avançadas

 Coordernador: Prof. Dr. Paulo Sampaio

O GAMA tem por objetivo a realização de atividades de pesquisa e desenvolvimento nas áreas de Multimídia, Hipermídia e Web. Os temas de interesse do grupo são as Tecnologias Web e Linguagens de marcação, Sincronização multimídia, Realidade Virtual e Aumentada, Computação Gráfica, Visualização de Dados, Processamento de Vídeo, Áudio e Imagens, Aplicações para dispositivos móveis.

Projetos em andamento:

  • INTERAÇÃO NATURAL em ambientes virtuais e 3D
  • Context-aware framework for Adaptive Routing em Redes SDN (CAARF-SDN)

GANGES – Grupo de Pesquisas em Aplicações e Análise Geoespaciais

 Coordernador: Prof. Dr. Jorge Campos

Os temas de pesquisa e desenvolvimento suportados pelo GANGES são a modelagem, análise e visualização de informações geográficas dinâmicas, Computação Móvel, Serviços Baseados na Localização (LBS) e em aplicações para o processamento digital de imagens georeferenciadas.

SIIC – Sistemas de Informação e Inteligência Competitiva

Coordernador: Prof. Dr. Glauco Carneiro

O Grupo de Sistemas de Informação e Inteligência Competitiva (SIIC)  apoia o Mestrado em Sistemas e Computação da Universidade Salvador (UNIFACS). Ele se dedica à investigação de técnicas e metodologias para apoio à tomada de decisão e inteligência competitiva. Dentre os temas de interesse do grupo tem-se: aprendizagem de máquina (machine learning), computação em nuvem (cloud computing), sistemas de apoio à gestão de conhecimento, análise de redes sociais, mineração de dados, qualidade de software e visualização de informações. Outras importantes contribuições do grupo são o uso de de recursos de visualização tanto em engenharia de software como em sistemas de informação, diagnóstico de processos de software, implementação de processos de software alinhados com o modelo MPS.BR e CMMI. Além disto, o SIIC apoia através de bolsas de IC e da participação docente, os cursos de graduação em Sistemas de Informação, Engenharia de Computação, Ciência da Computação, e Engenharia Elétrica da UNIFACS.

NUPERC – Núcleo de Pesquisa em Redes e Computação

Coordernador: Prof. Dr. Joberto Martins

O NUPERC é um núcleo de pesquisa que aglutina todas as atividades de pesquisa do Programa de Mestrado em Sistemas e computação (PPGCOMP) da Universidade Salvador. As pesquisas desenvolvidas têm um aspecto pragmático, orientadas para a soluções de problemas ou geração de ideias conectadas à realidade de curto e médio prazos de empresas de tecnologia regionais e nacionais. Os pesquisadores possuem extensa formação científica tornando também natural o foco do núcleo em pesquisas para a exploração do estado da arte dos temas a que se dedica.

O NUPERC realiza pesquisas de importância para a comunidade científica nacional e internacional, relacionadas com o desenvolvimento de sistemas e aplicações inteligentes, a avaliação de desempenho de redes e sistemas; mecanismos de alocação de recursos, o estudo e avaliação de mecanismos para garantia da QoS/QoE em aplicações multimídia sob redes móveis; o estudo das redes ópticas e estratégias de gerência cognitiva de redes e sistemas.

Ana Patrícia Fontes Magalhães Mascarenhas

  • Doutora em Ciência da Computação, Ufba, 2016
  • Msc. em Mecatrônica, Ufba, 2007
Áreas de interesse: Desenvolvimento Dirigido a Modelos, Modelagem de sistemas, Processos de desenvolvimento de Software, Linha de Produto de Software.
 
 

Artur Henrique Kronbauer

  • Doutor em Ciência da Computação, na área de Interação Humano-Computador pela Universidade Federal da Bahia (UFBA – 2013)
  • Mestre em Informática, na área de Redes de Computadores pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB – 1998)
  • Graduado em Ciência da Computação pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ – 1993Interação

Áreas de interesse: Interação Humano-Computador, Computação Ubíqua e Pervasiva, Ambientes Inteligentes, Aplicações para Dispositivos Móveis, Programação Orientada a Aspectos

E-mail: arturhk@unifacs.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0657883154152274

 

Eldman de Oliveira Nunes

  • Postdoc Universidad Rey Juan Carlos, Espanha, 2009 e 2013
  • Dr. em Computação, UFF, 2006.
  • M.Sc em Ciência da Computação, UFF, 2001.
  • M.Sc em Aplicações Militares, EsAO,1996.
  • Esp. em Análise e Projeto de Sistemas, CEP, 1999.
  • Esp. em Análise e Projeto de Sistemas, UFMS, 1998.
  • Tecg.em Processamento de Dados, UNIDERP, 1997.
  • B.Sc.em Ciências Militares, AMAN, 1989.

Áreas de interesse: Computação Visual – Análise de imagens;
processamento de imagens e vídeos, reconhecimento de padrões e inteligência computacional.

E-mail: eldman.nunes@gmail.com

Lattes: http://lattes.cnpq.br/6900817993344775

 

Glauco de Figueiredo Carneiro

  • PosDoc University Wisconsin-Milwaukee (UWM) – EUA, 2016/2017;
  • Doutor em Ciência da Computação, Doutorado Multiinstitucional, UFBA, UNIFACS e UEFS, 2011;
  • Mestre em Redes de Computadores, Universidade Salvador, 2003;
  • B.Sc. em Eng. Elétrica, UFBA, 1996.

Áreas de interesse: Visualização de Software, Visualização de Informação, Qualidade de Software, Engenharia de Software Experimental, Computação em Nuvem, Bibliometrics, Aprendizado de Máquina (Machine Learning)

E-mail: glauco.carneiro@unifacs.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4951846457502161

 

Joberto Sérgio Barbosa Martins – Coordenador

  • PosDoc ICSI/ University of California – Berkeley, 1995;
  • PhD, Université Pierre et Marie Curie (UPMC), 1986, França;
  • M.Sc, PII/NUFFIC/ Eindhoven University of Technology, Holanda, 1979;
  • B.Sc. em Eng. Eletrônica, UFPB, 1977.

Áreas de interesse:  Redes Definidas por Software (SDN)/ OpenFlow,
Future Internet (Fi), Smart Grid & Smart Cities,
Autonomic Management.

E-mail: joberto.martins@jsmnet.com

Lattes: http://lattes.cnpq.br/8321013081371965

 

Jorge Alberto Prado de Campos

  • Ph.D. in Spatial Information Science, University of Maine, 2004, EUA;
  • M.Sc. em Eng. Civil, PUC-Rio, 1991;
  • B.Sc. em Eng. Civil, UFBa, 1986

Áreas de interesse: Geoprocessamento, Realidade Virtual

E-mail: jorge@unifacs.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4851786390961391

 

Paulo Caetano da Silva

  • PosDoc na Rutgers Business School, EUA, 2017
  • Doutor em Ciência da Computação, UFPE, 2010;
  • Mestre em Redes de Computadores, UNIFACS, 2003;
  • Aperfeiçoamento em Análise de Sistemas pela PUC-RIO/Banco Central, 1994;
  • Especialista em Engenharia de Instrumentação e Controle de Processos, UFBa, 1990;
  • Especialista em Engenharia Química e Processos Petroquímicos, Universidade de Bolonha – Itália, 1986;
  • B. Sc. em Engenharia Química, UFBa, 1985.

Áreas de interesse: Serviços Web e SOA, Web Semântica, Ontologias, XML, XBRL, OLAP p/ XML, Machine Learning, Sistemas de Informações Financeiras, Engenharia de Software.

E-mail: paulocaetano.dasilva@gmail.com

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0638632787682079

 

Paulo Nazareno Maia Sampaio

  • PosDoc University Wisconsin-Milwaukee (UWM) – EUA, 2015;
  • Docteur en Informatique et Télécommunications, Université Paul Sabatier/LAAS-CNRS (Toulouse/França), 2003;
  • M.Sc. em Redes e Sistemas Distribuídos – Ciência da Computação, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), 1998;
  • B.Sc. em Ciência da Computação, Universidade Federal do Pará (UFPa), 1995.

Áreas de interesse: Sistemas Multimídia Distribuídos,
Redes baseadas em Contexto, Engenharia Web, Realidade Virtual/Aumentada.

E-mail: pnms.funchal@gmail.com

Lattes: http://lattes.cnpq.br/8633160104487034

 

Rodrigo Oliveira Spínola

  • Doutor e Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela COPPE/UFRJ (2010 e 2004 respectivamente).
  • Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Salvador (2001).

Áreas de interesse: Computação Ubíqua e Manutenção de Software.

E-mail: rodrigoospinola@gmail.com

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3699892841059441

 

Sérgio Martins Fernandes

  • Doutor em Ciências, área de concentração Engenharia de Computação, USP, 2013;
  • M.Sc. em Engenharia Elétrica, , área de concentração Sistemas Digitais, Universidade de São Paulo (USP), 2002.

Áreas de interesse: Processos de desenvolvimento de software prescritivos e ágeis, arquitetura de software, desenvolvimento dirigido por modelos, gestão de TI, modelagem de negócio.

E-mail: sergio.fernandes@unifacs.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/7224632538552385

 

VEJA TAMBÉM

  • Nome dos professores

Prof. Dr. Joberto Martins

Título: RePAF – DYNAMIC AND COGNITIVE RESOURCE ALLOCATION MODEL AND FRAMEWORK FOR MPLS, ELASTIC OPTICAL NETWORK (EON), INTERNET OF THINGS (IoT) AND NETWORK FUNCTION VIRTUALIZATION (NFV)

Resumo: Systems and networks are becoming more complex, heterogeneous and large scale as, for instance, with the Internet of Things (IoT), Future Internet (FI), Cloud Computing and Smart Cities, just to mention some current trends. These new computing systems are typically characterized by having a very large number of users, possibly mobile, using heterogeneous platforms with a diversified set of requirements and traffic profiles in which the NP-hard resource allocation problem is a research focus. Dynamic, autonomic, cognitive, integrated, secure and, in some case, federated solutions are expected for these new computing systems. New paradigms and enablers such as software defined networking (SDN), virtualization, autonomic computing, federation and cloud computing emerge as possible components in this evolutionary scenario of research and development. The general objective of this project is the investigation of a new solution for the NP-hard resource allocation problem that allows a dynamic solution with autonomic characteristics computable on-the-fly. The project RePAF (Resource Provisioning and Todosocation Framework) proposes the development of a new generalized resource allocation model (Resource Provisioning and Todosocation Model – RPAM) based on the bandwidth allocation models (BAMs) and the FDRAM (Framework for Dynamic and Autonomic Resource Management) framework. FDRAM integrates RPAM functionalities aiming, in brief, a dynamic and autonomic resource allocation facility. FDRAM framework architecture adopts OpenFlow/SDN paradigm, integrates autonomic functionalities and adopts a knowledge acquisition strategy using learning and cognitive techniques for resource allocation. The focus of the research will be on MPLS networks, Elastic Optical Networks (EON), Internet of Things (IoT) and Network Function Virtualization (NFV).

Título: SMART SYSTEMS AND APPLICATIONS – SMART CITY AND SMART GRID

Resumo: The objective of this research project is to investigate new smart solutions for complex, heterogeneous and large-scale systems like the electrical grid and cities. Artificial intelligence, cognitive management and resource allocation issues are the focus for the heterogeneous and complex systems considered. Decision support systems are also considered for administrative and management systems.

Título: QUALIDADE DO AMBIENTE URBANO EM CIDADES HUMANAS E INTELIGENTES

Resumo: O projeto tem como objeto de estudo a realidade urbano-ambiental de cidades humanas e inteligentes que incorpora análises de caráter social e de gestão a partir de estruturas eficientes fortemente baseadas em recursos computacionais, de rede e de comunicação. O objetivo geral é não somente a avaliação da qualidade urbana como também o desenvolvimento de arcabouços (frameworks) apropriados para a coleta, processamento e distribuição de informação em contextos urbanos. O projeto articula em rede instituições no âmbito da universidade, órgãos públicos, alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e gestores públicos e sociais que têm na problemática urbana e ambiental seu objeto de estudo e de intervenção.

Prof. Dr. Paulo Sampaio

Título: Network Scenarios Description Language (NSDL)

Resumo: De forma a proporcionar um melhor conhecimento, gerência e otimização orientados às novas tecnologias de redes de computadores de uma forma mais integrada, são necessárias soluções que promovam não somente a modelagem dessas redes, mas também a interoperabilidade entre as diferentes ferramentas que as suportem considerando aspectos como Qualidade de Serviço (QoS) baseadas em técnicas de Engenharia de Tráfego (TE). Uma dessas soluções é o arcabouço Network Scenario Description Language – NSDL (cujo nome foi definido originalmente em inglês), que foi proposto inicialmente na Universidade da Madeira (Portugal), e posteriormente estendido em cooperação com a Universidade Salvador (UNIFACS), de forma a proporcionar a interoperabilidade entre diferentes ferramentas de gestão e simulação de redes. Esse arcabouço baseia-se em uma linguagem comum (também chamada de NSDL) que permite a descrição dos cenários de redes e o seu intercâmbio entre diferentes ferramentas e visa contemplar todo o ciclo de vida desses cenários tais como a modelagem (autoria gráfica), construção da topologia, monitoração, simulação/implementação e a análise e visualização da dinâmica da topologia estudada. Os cenários de redes permitem representar textualmente ou graficamente uma topologia de rede, ou seja, representa todos os componentes da rede: computadores, comutadores, protocolos e informação sobre o tráfego, etc.

Título: Context-aware Framework for Adaptive Routing (CAARF-SDN)

Resumo: Mecanismos de Qualidade de Servico (QoS) existentes têm sido insuficientes quando consideradas as reais expectativas do usuário, especificamente no provimento de serviço de tráfego sensível em tempo real (tais como vídeo e áudio). Métricas de QoS são centradas nas características de comunicação de redes e, principalmente, relacionadas a sua natureza dinâmica. A fim de atender a necessidade de uma rede centrada no usuário, a proposta do arcabouço Context-aware Architecture for Adaptive Routing Framework (CAARF-SDN) realiza o monitoramento, coleta de dados, tratamento e otimização das métricas de Qualidade de Serviço, Qualidade de Experiência e Qualidade de Dispositivos de forma a proporcionar uma solução proativa  para o roteamento adaptativo e dinâmico do tráfego de redes de comunicação de dados em Redes baseadas em Software (SDN).

Título: INTERAÇÃO NATURAL

Resumo: Ambientes virtuais 3D fornecem um grande potencial para o desenvolvimento de diversas aplicações nas mais variadas áreas. Ao longo dos anos muito tem sido feito com o propósito de aperfeiçoar o desenvolvimento destes ambientes. Em particular, o desenvolvimento de metáforas de interação aplicadas aos ambientes virtuais (3D) também visam replicar os conceitos do mundo real no contexto do ambiente virtual, facilitando a interação do usuário. A capacidade de criar e aperfeiçoar novas técnicas de interação naturais com ambientes 3D é sempre um grande desafio. Por essa razão, é dada importância ao estudo das metáforas de interação em ambientes 3D e à taxonomia de técnicas existentes para essa interação. O projeto INTERAÇÃO NATURAL visa o estudo das metáforas e técnicas existentes para a interação em ambientes virtuais 3D, a proposta e o desenvolvimento de soluções que permitam a prototipação mais rápida de mecanismos genéricos para a interação com esses ambientes. Em particular, é dada ênfase à implementação de diferentes metáforas para a interação gestual, e que sejam facilmente adaptáveis a qualquer plataforma de desenvolvimento ou motor de renderização.

 

Profa. Dra. Ana Patricia Magalhaes

Título: Um Framework para desenvolvimento de software na abordagem de desenvolvimento dirigida por modelos

Resumo: O Desenvolvimento Dirigido por Modelos (DDM), é uma abordagem de desenvolvimento de software onde os modelos de aplicações são construídos em alto nível de abstração e convertidos em modelos menos abstratos até a geração do código fonte do sistema. Neste contexto, modelos e transformações são elementos essenciais.

Modelos representam sistemas em diversos níveis de abstração e precisam ser escritos de acordo com linguagens de modelagem com sintaxe e semântica bem definida. No âmbito da DDM as Linguagens Específicas de Domínio (DSLs) são geralmente adotadas.  Transformações automatizam o processo de desenvolvimento convertendo (semi) automaticamente modelos em outros modelos até gerar o código fonte.

Em suma, a adoção da DDM requer, muitas vezes, a definição de novas DSLs e a construção de transformações para processar os modelos criados usando essas DSLs. Nesta direção, para apoiar a construção desses elementos, este projeto propõe um framework que integre: (i) desenvolvimento de DSLs; (ii) desenvolvimento de transformações; e (iii) ambiente computacional customizado.  Espera-se com isso contribuir para uma maior adoção da DDM pela comunidade de desenvolvimento de software.

 

Prof. Dr. Glauco Carneiro

Título: Towards a Guideline for the Migration of Legacy Software Systems to a Microservice based Architecture
Resumo: The literature has provided plenty of evidence on challenges and difficulties related to the evolution of software systems. Among the challenges, coupling, scattering and tangling are listed as issues that have hampered the adoption of new technologies and the evolution itself. The effort required to evolve software systems is considered high, as well as the risk of architecture degradation. Recent studies show that moving to a microservices-based architecture can address some of the reported evolution issues. The main concept behind these architectures is that software is turned into a suite of small, modular, independently deployable services in which each service runs on its own process and communicates through well-defined, lightweight mechanisms to serve a business goal. This project has the goal to characterize the use of a guideline to migrate legacy software systems to a microservices-based architecture. The characterization relies on the analysis of data gathered from a pilot and a case study. We report on the lessons learned and challenges observed in this characterization study.

Título: Analise de Perfil de Custo do SUS na Região Nordeste do Brasil apoiada por um Ambiente Interativo baseado em Múltiplas Visões
Resumo: Este projeto tem foco na análise de perfil de custo do SUS nos Estados da região Nordeste. O objetivo é identificar padrões de custo e perfil de atendimento nos Estados analisados através de dados públicos disponibilizados pelo DATASUS do Ministério da Saúde. Como principais interessados na análise tem-se o cidadão comum, os prestadores de serviço das unidades hospitalares e o governo executivo Federal, Estadual e Municipal. A análise fornece informação relevante relacionada ao padrão de custo dos atendimentos cujo repasse e autorização dependem das secretarias de Saúde das diferentes esferas do poder executivo.

Título: Impacto do Paradigma de Computação em Nuvem no Relacionamento entre Pequenas e Médias Empresas com o Mercado
Resumo: A computação em nuvem tem sido um dos paradigmas de computação mais promissores na indústria, tornando-se conhecida em função das vantagens oferecidas quando comparadas aos modelos tradicionais de computação. Através da utilização de recursos da nuvem, as empresas têm a possibilidade de custear recursos utilizados sob demanda, ou seja, de acordo com o que foi efetivamente consumido e utilizado. Este cenário permite a alocação mais efetiva de recursos de investimento em TI, fato que tem sido um atrativo de mercado no cenário atual da economia global, tendo em vista que os recursos contratados na nuvem utilizam capital operacional (OpEx) e não mais capital de despesas (CapEx) como ocorre no cenário tradicional. Entretanto, para fazer uso e se beneficiar plenamente das vantagens desta infraestrutura, as empresas precisam ser assessoradas por consultores especializados para avaliar estratégias efetivas de migração de seus sistemas/serviços legados para a nuvem, gerenciar as aplicações e avaliar periodicamente possibilidades de ajuste dos serviços contratadas na nuvem, incluindo migração para outro provedor ou uso dos serviços distribuídos por mais de um provedor.

Título: Percepção de Pequenas e Médias Empresas na Implementação Cooperada do MPS.BR Software
Resumo: A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) executa, desde 1996, iniciativas de apoio, desenvolvimento, promoção e fomento para impulsionar a Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI, uma das maiores em todo o mundo, conhecida por sua criatividade, competência e fonte de talentos. Com projetos nas áreas de qualidade, investimentos, internacionalização, inteligência e inovação, a Softex, como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), contribui de forma significativa para ampliar a competitividade das empresas do setor e possui um papel estratégico no sucesso nacional e internacional dessas companhias. Designada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) para atuar como gestora do Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro? Programa SOFTEX, a entidade beneficia mais de 2 mil empresas em todo o território nacional através de uma rede formada por 20 Agentes regionais. Uma das principais atuações da SOFTEX é o Modelo de Referência para a Melhoria de Processos de Software e Serviços, o MPS.BR. Este projeto de pesquisa consiste na caracterização da percepção de pequenas e médias empresas baianas de desenvolvimento de software na implementação de forma cooperada do Modelo MPS.BRSoftware.

Título: Uso de Ambientes Interativos baseados em Múltiplas Visões em Cenários Distribuídos e Colaborativos
Resumo: O objetivo do projeto é caracterizar o uso de ambientes interativos baseados em múltiplas visões em cenários distribuídos e colaborativos. No escopo da caracterização serão consideradas a influência da percepção, comunicação, coordenação e colaboração ao longo da execução das atividades pelos grupos de participantes. Também faz parte do escopo da caracterização a identificação de evidências da transição entre as fases de formação, sublevação, formulação de normas e execução.

Título: Um Toolkit de Referência para o Desenvolvimento de Ambientes Interativos baseados em Múltiplas Visões
Resumo: O objetivo deste projeto é propor e avaliar experimentalmente um toolkit para apoiar o desenvolvimento de ambientes interativos baseados em múltiplas visões (AIMVs). O toolkit fornecerá uma estrutura de referência, a partir da qual os programadores poderão criar e incluir recursos e funcionalidades para o desenvolvimento dos seus AIMVs. AIMVs para diferentes domínios serão desenvolvidos para que seja caracterizado a forma como foram evoluídos a partir do toolkit e para avaliar a efetividade do seu uso na execução de atividades no domínio para o qual foram destinados.

 

Prof. Dr. Paulo Caetano da Silva

Título: Padronização de informações fiscais, financeiras e contábeis visando a harmonização, simplificação e unicidade dos dados

Resumo: O Brasil discute a necessidade de simplificação e integração tributária visando alcançar a eficiência da gestão tributária e reduzir a complexidade que as organizações empresariais enfrentam para cumprir suas obrigações acessórias. Neste contexto, o projeto de padronização de informações fiscais, financeiras e contábeis integra-se ao escopo dessa discussão, atuando sob duas frentes: a primeira, na elaboração de um modelo conceitual e padronizado das informações, o qual deve produzir um dicionário harmonizado e padronizado para que organizações privadas e órgãos reguladores e fiscalizadores do ambiente financeiro nacional usufruam de um ambiente integrado de comunicação de dados financeiros; a segunda frete de atuação está focada no estudo de soluções de TI para o projeto, englobando uma plataforma de comunicação, a partir da definição de uma linguagem de comunicação de dados padrão, e baseada em serviços, Big Data e tecnologias emergentes. As soluções de TI visam estimular pesquisas para propor soluções tecnológicas para a geração e transmissão de arquivos de dados transacionais e de relatórios financeiros.

Convênio: Secretária da Receita Federal

 Título: Framework de serviços com foco na evidenciação da sustentabilidade empresarial

Resumo: A prática da evidenciação das informações acerca da sustentabilidade empresarial representa um avanço nas relações entre empresas e sociedade. A iniciativa do Global Report Initiative (GRI) na adoção de XBRL nos processos de divulgação dos relatórios de sustentabilidade contribui para o aumento da sua qualidade, entretanto, a grande heterogeneidade dos sistemas de informações empresariais representa ainda um entrave para sua utilização no cenário corporativo. Este projeto de pesquisa apresenta um modelo para adoção de uma arquitetura orientada a serviço para a emissão de relatórios, baseados na taxonomia XBRL proposta pelo GRI, no apoio aos processos de evidenciação das informações de sustentabilidade.

Título: Gestão e Governança SOA

Resumo: Com o objetivo de auxiliar a solução da governança e gestão de projetos de implantação de uma arquitetura orientada a serviços, este projeto procura identificar soluções para a gestão de governança SOA.

Título: Framework XBRL

Resumo: Este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de ambiente computacional de gestão de informações contábeis e financeiras no formato XBRL (eXtensible Business Reporting Language). É um projeto de alta relevância para as empresas e entidades públicas brasileiras, embora XBRL seja uma tecnologia padrão para o intercâmbio de dados financeiros na internet, ainda não existem disponível no mercado, nacional e internacional, ferramentas de software que forneçam recursos para completa manipulação de dados neste formato, considerando desde a extração dos dados em diferentes fontes para armazenamento em formato XBRL e realização de processamento desses dados para a tomada de decisão. Portanto, propomos um ambiente de gestão de dados XBRL, que engloba desde a extração dos dados em diversas bases de dados, transformação para o formato XBRL e análise e processamento desses dados. O desenvolvimento de um projeto com essas características é pioneiro no Brasil e, muito provavelmente, no mundo, pois não se tem registro de ambiente com tais características para XBRL. Maiores informações sobre o projeto podem ser obtidas em http://xbrlframework.wordpress.com.

 

Prof. Dr. Sérgio M. Fernandes

Título: Configuração de processo ágil de desenvolvimento de software e ferramentas de suporte

Resumo: configuração de um processo ágil de desenvolvimento de software que abranja gestão ágil de projetos, design, implantação, teste, gestão de configuração e implantação, e seleção e configuração e integração de um conjunto de ferramentas de Software que suportarão o processo

Título: Desenvolvimento digitado por modelos para o domínio de aplicações móveis

Resumo: Definição de uma solução DDM para desenvolvimento de aplicativos móveis, envolvendo a definição de linguagens específicas de domínio e transformações.

Os professores permanentes e colaboradores do PPGCOMP atuam nos seguintes Grupos de Pesquisa CNPQ vinculados ao Programa:

NUPERC – Núcleo de Pesquisa em Redes de Computadores: o NUPERC é o grupo de pesquisa mais tradicional da computação na UNIFACS (desde 1999) e incorpora todos os pesquisadores do PPGCOMP.

IPQoS – Grupo de Pesquisa em IP e Internet do Futuro: este grupo de pesquisa inclui os pesquisadores das linhas redes de computadores e multimídia.

GROW – Grupo de Pesquisa em Redes Ópticas e Redes Wireless: este grupo de pesquisa inclui os pesquisadores da sublinha de redes ópticas e redes sem fio (wireless) (linha de pesquisa Redes de Computadores)

GESA – Grupo de Pesquisa em Engenharia de Software: este grupo de pesquisa inclui pesquisadores da linha de pesquisa em Engenharia de Software.

GAMA – Grupo de Pesquisa em Aplicações Multimídia Avançadas: este grupo de pesquisa inclui os pesquisadores da linha multimídia.

GANGES – Grupo de Pesquisas em Aplicações e Análise Geoespaciais: este grupo de pesquisa inclui os pesquisadores da sublinha geoprocessamento (apoia as linhas de pesquisa Multimídia e redes de computadores)

As linhas e grupos de pesquisa do PPGCOMP são suportados por três (03) laboratórios temáticos, a saber:

— O Laboratório de Engenharia de Software (20 m2) desenvolve atividades ligadas à linha de pesquisa Engenharia de Software e Gerência do Conhecimento

— O Laboratório de Redes de Alta Velocidade (IPQoS/GAMA/GROW) (40 m2) suporta os projetos nas áreas de redes de computadores, Internet do Futuro (FI), OpenFlow e Redes Definidas por Software, Multimídia e Ubiquidade. Suporta 04 Grupos de Pesquisa CNPQ: IP&QoS – Grupo de Pesquisa em IP e Internet do Futuro, NUPERC – Núcleo de Pesquisa em Redes de Computadores, GAMA – Grupo de Pesquisa em Aplicações Multimídia Avançadas e GROW – Grupo de Pesquisa em Redes Ópticas e Redes Wireless. Conta com uma área de aproximadamente 40 m2.

— O Laboratório de Geoprocessamento (12 m2) desenvolve atividades ligadas ao Grupo de Pesquisas em Aplicações e Análise Geoespaciais.

.

Prof. ARTUR HENRIQUE KRONBAUER (linha de pesquisa Multimídia e Web):

– Um Modelo Lúdico para o Ensino de Conceitos de Programação de Computadores, Simpósio Brasileiro de Informática na Educação – SBIE 2016 – Com participação de discente em conclusão – Almir David Valente Santiago – QUALIS B1

– Revelando Problemas de Usabilidade em Aplicações para Dispositivos Móveis através da Mineração de Dados, XIII Brazilian Symposium on Human Factors in Computing Systems – IHC 2014, QUALIS B2

– Influence of Contextual Factors on the Use of Smartphones Applications, 10th International Conference on Mobile and Ubiquitous Systems: Computing, Networking and Services – MOBIQUITOUS 2013, QUALIS B1

– Proposta para Padronização do Sistema Visual do Transporte Coletivo da Cidade de Salvador, XII Brazilian Symposium on Human Factors in Computing Systems – IHC 2013 – ARTIGO PREMIADO – 3º Lugar – QUALIS B2

– Uma Análise das Abordagens para Avaliar a Usabilidade de Smartphones: Estado da Arte e Novas Tendências, XII Brazilian Symposium on Human Factors in Computing Systems – IHC 2013, QUALIS B2

 

Prof. BRUNO CARNEIRO (linha de pesquisa Engenharia de Software):

– The Effect of Automatic Concern Mapping Strategies on Conceptual Cohesion Measurement, Information and Software Technology – Journal – ISSN 0950-5849, 2016 – QUALIS A2.

 

Prof. ELDMAN NUNES (linha de pesquisa Multimídia e Web):

– Combining Fuzzy Experts’ Decisions Fusion with Linguistic Summarization of Mammograms for Computer-Aided Breast Diagnosis, 12th International Conference on Natural Computation and 13th International Conference on Fuzzy Systems and Knowledge Discovery – FUZZIEEE 2016, QUALIS B1.

 

Prof. ERNESTO DE SOUZA MASSA MELO (linha de pesquisa Redes de Computadores):

– Quasi-partitioned scheduling: optimality and adaptation in multiprocessor real-time system, REAL-TIME SYSTEMS (ONLINE) – The International Journal of Time-Critical Computing Systems, ISSN 1573-1383, 2016, QUALIS B1.

– Optimal and Adaptive Multiprocessor Real-Time Scheduling: The Quasi-Partitioning Approach, 26th Euromicro Conference on Real-Time Systems – ECRTS 2014, QUALIS A1.

 

Prof. GLAUCO DE FIGUEIREDO CARNEIRO (linha de pesquisa Engenharia de Software):

– Software Process Improvement in Small and Medium Enterprises: A Systematic Literature Review, 13th International Conference on Information Technology – ITNG 2016, QUALIS B1.

– Investigating Reputation in Collaborative Software Maintenance – A Study based on Systematic Mapping, 13th International Conference on Information Technology – ITNG 2016, QUALIS B1.

– Cloud Computing Adoption, Cost-Benefit Relationship and Strategies for Selecting Providers: A Systematic Review, Evaluation of Novel Approaches to Software Engineering – ENASE 2016, Com participação de discente em conclusão – Antonio Carlos Marcelino, QUALIS B2.

– Agility in Software Release Practices: The Case of Open Source Software Projects, International Conference on the Quality of Information and Communications Technology – QUATIC 2016, Com participação de discente – Antonio Cesar Brandão Gomes da Silva, QUALIS B2.

– Uma Infraestrutura baseada em Múltiplas Visões Interativas para apoiar Evolução de Software, iSys: Revista Brasileira de Sistemas de Informação, ISSN 1984-2901, 2015, QUALIS B3.

– A Multiple View Interactive Environment to support Matlab and GNU/Octave Program Comprehension, 12nd International Conference on Information Technology – ITNG 2015, Com participação de discente em conclusão – Ivan Matos Lessa, QUALIS B1. 18

– A Concern-guided Approach for Improving the Comprehension of Matlab and Octave Programs supported by a Visualization Environment, Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software – SBES 2015, Com participação de discente em conclusão – Ivan Matos Lessa, QUALIS B2

– On the Use of a Multiple View Interactive Environment for Matlab and Octave Program Comprehension, 15th International Conference on Computational Science and Applications – ICCSA 2015, Com participação de discente em conclusão – Ivan Matos Lessa, QUALIS B1.

– A Decision Process to Migrate Legacy Systems to SOA, 11st International Conference on Information Technology – ITNG 2014, QUALIS B1.

– Towards the Development of a Framework for Multiple View Interactive Environments, 11st International Conference on Information Technology – ITNG 2014, Publicação com EGRESSO, QUALIS B1.

– SourceMiner: A Multi-Perspective Software Visualization Environment, 15th International Conference on Enterprise Information Systems – ICEIS 2013, ARTIGO PREMIADO – DISTINGUISHED PAPER ICEIS 2013, QUALIS B2.

 

Prof. JORGE ALBERTO PRADO DE CAMPOS (linha de pesquisa Multimídia e Web):

– Evaluating the Use of Traffic Information from Web Map Services to Analyze the Impact of Non-Recurrent Events, IEEE Intelligent Transportation Systems Conference – ITSC 2016, Com participação de discente em conclusão – Alan Miranda de Lima, QUALIS B2.

 

Prof. JOBERTO SÉRGIO BARBOSA MARTINS (linha de pesquisa Redes de Computadores):

– Applying Autonomy with Bandwidth Todosocation Models, International Journal of Communication Systems, ISSN 1099-1131, 2016, QUALIS B1.

– Scalability Issues in Network Self-Management, International Journal of Innovative Computing, Information & Control – IJICIC, ISSN 1349-4198, 2014, QUALIS B1.

– Network Autonomic Management: A Tutorial with Conceptual, Functional and Practical Issues, IEEE Magazine Latin America, ISSN 1548-0992, 2014, QUALIS B4.

– G-BAM: A Generalized Bandwidth Todosocation Model for IP/MPLS/DS-TE Networks, International Journal of Computational Intelligence Systems – IJCIS, ISSN 2150-7988, 2014, Com participação de EGRESSO, QUALIS B5.

– Exploring and Evaluating Dynamic Bandwidth Todosocation Model Configuration by Management Systems, 5th IEEE Latin-American Conference on Communication – LATINCOM 2013, Com participação de EGRESSO, QUALIS B2.

 

Prof. PAULO CAETANO DA SILVA (linha de pesquisa Engenharia de Software):

– REST-based semantic annotation of Web Services, 13th International Conference on Information Technology – ITNG 2016, QUALIS B1.

– PERSEC – Middleware for Multiple Encryption in Web Services, 12nd International Conference on Information Technology – ITNG 2015, Com participação de discente em conclusão – Todosan Delon Araujo, QUALIS B1.

 

Prof. PAULO NAZARENO MAIA SAMPAIO (linha de pesquisa Redes de Computadores):

– Mogre-Storytelling: Interactive Creation of 3D Stories, Symposium on Virtual and Augmented Reality – SVR 2014, QUALIS B2.

Produção Intelectual

A produção intelectual total do PPGCOMP no QUADRIÊNIO (2013-2016) por tipo de publicação é como segue:

  •  39 (trinta e nove) publicações em periódico;
  •  130 (cento e trinta) publicações em congresso;
  •  03 (três) livros publicados;
  •  08 (oito) capítulos de livros publicados; e
  •  11 (três) resumos publicados em congressos.

191 (cento e sessenta e nove) publicações no total.

————————————————————————–

Premiações

Foram obtidas 09 (nove) premiações pelas publicações do PPGCOMP no QUADRIÊNIO, destacando: 02 “Best Paper Awards” e “Best PhD Project” recebidos em congressos A1 e B2 respectivamente (Euromicro – ECRTS – A1; ICEIS – B2 – 02 premiações).

————————————————————————–

Projetos de Pesquisa

Os professores do PPGCOMP têm seus trabalhos de pesquisa articulados através de 31 (trinta e um) projetos de pesquisa ativos em 2016. Os projetos estão distribuídos nas linhas de pesquisa do PPGCOMP como segue:

  • Engenharia de Software – 15 projetos
  • Redes de Computadores – 09 projetos
  • Multimídia e Aplicações Web – 07 projetos

————————————————————————–

Organização de Eventos Científicos

No QUADRIÊNIO (2013-2016) foram realizados um total de 20 (vinte) eventos sob a coordenação de docentes do PPGCOMP. Foram 12 (doze) os eventos internacionais, incluindo 07 (sete) eventos nacionais de grande impacto, visibilidade e cobertura internacional (IHC, SBSC, SBESC, SBQS, WebMedia). Além destes, foram realizados outros 09 eventos de cobertura nacional ou regional.

————————————————————————–

Orientações

Entre 2013-2016 professores do PPGCOMP orientaram 93 (noventa e três) alunos de graduação em Iniciação Científica e trabalhos de conclusão de cursos de graduação (TCC) e pós-graduação. Seguem os indicadores:

  • Orientação de alunos em Iniciação Científica e/ou Tecnológica (com bolsa): 27
  • Orientação de alunos em Trabalho de Conclusão de Curso de graduação: 45
  • Orientação de alunos em trabalho de pesquisa voluntário: 19
  • Orientação de alunos em trabalho final de pós-graduação (lato sensu): 02

————————————————————————–

Integração com a Sociedade (alunos egressos)

Em termos de uma integração efetiva com a sociedade, o Mestrado Acadêmico em Sistemas e Computação (PPGCOMP) formou ao longo do QUADRIÊNIO profissionais qualificados e professores em nível de mestrado de forma a suprir as necessidades das Instituições de Ensino Superior da Bahia e Nordeste e do mercado como um todo. Seguem alguns indicadores desta formação para o QUADRIÊNIO 2013-2016:

  • Mestres formados pelo PPGCOMP: 40 (quarenta)
  • Mestres PPGCOMP com atuação em Instituições de Ensino Superior: 27 (vinte e sete)
  • Mestres PPGCOMP com atuação em outros segmentos: 13 (treze)
  • Mestres egressos do PPGCOMP em programa de doutoramento: 19 (dezenove)

————————————————————————–

Internacionalização

Em termos de internacionalização, o PPGCOMP apresenta os seguintes indicadores no período de 2013-2016:

– Reconhecimento internacional dos trabalhos publicados através de citações: 1398 citações Google Scholar para o conjunto dos 07 professores mais citados.

– Publicações com coautores estrangeiros: 13 publicações no conjunto das 40 melhores publicações do PPGCOMP (32,5% das 4*N).

– Atração de pós-doutorandos estrangeiros: 01 pós-doutorando (Dr. Sérgio Maravilhas)

– Participação em Corpo Editorial de periódicos internacionais: 02 (dois) periódicos com participação de docentes do PPGCOMP no corpo editorial (“Editorial Board”).

– Atração de pesquisadores estrangeiros para visitas: 06 professores visitantes

– Estágios sabáticos e pós-doutorais de docentes do PPGCOMP: 03 PosDoc no QUADRIÊNIO.

– Participação em Comitês de Programa de eventos internacionais: 32 congressos internacionais com a participação de docentes do PPGCOMP no TPC ou “Steering Committee”

– Participação na organização de eventos internacionais de impacto: 12 (doze) eventos internacionais realizados no QUADRIÊNIO.

– Prêmios e distinções científicas internacionais:

—- 05 “Best Paper Awards” em eventos internacionais;

—- 01 “Best PhD Project” em evento internacional de impacto (ICEIS); e

—- 01 distinção internacional (ITNG).

– Revisão de artigo em periódico internacional: 09 periódicos internacionais com participação de docentes do PPGCOMP no comitê de revisão.

– Intercâmbio DISCENTE:

—- Intercâmbio discente (egresso do PPGCOMP para Doutorado) com 02 Universidade parceiras no exterior; e

—- Intercâmbio discente com a HTW – Hochschule für Technik und Wirtschaft des Saarlandes (Convênio de Cooperação) com alunos de graduação.

– Participação em bancas de defesa de tese no exterior: 01 (uma) – Université Paris Saclay.

– Docentes com inserção acadêmica em outras instituições estrangeiras:

—- Prof. Joberto S. B. Martins – Professor Visitante Internacional – HTW – Hochschule für Technik und Wirtschaft des Saarlandes – Alemanha – desde 2003.

—- Prof Glauco Carneiro – Co-orientação de alunos de doutorado – Instituto Universitário de Lisboa – ISCTE-IUL – Portugal – desde 2014.

————————————————————————–

Participação em Comitês de Programas (TPCs) e “Steering Committees” de Congressos Internacionais:

– Congressos internacionais com docentes do PPGCOMP no TPC ou no “Steering Committe” no QUADRIÊNIO: 40 (quarenta)

————————————————————————–

Participação como Membro de Sociedades Científicas e Organizações Internacionais: 8 (oito)

————————————————————————–

Participação em Comitês Editoriais e de Revisão de Periódicos Internacionais:

—– REVIEWER COMMITTEE: 9 (nove)

—– EDITORIAL BOARD: 2 (dois)

————————————————————————–

Congressos Nacionais e Internacionais com Docentes do PPGCOMP no TPC ou no “Steering Committee” no Quadriênio: 49 (quarenta e nove)

————————————————————————–

Participação em Fundações de Amparo à Pesquisa e Outros Organismos ou Instituições Relevantes durante (2013-2016): 10 (dez)

Revista de Sistemas e Computação – RSC

 

Capa da revista

http://revistas.unifacs.br/index.php/rsc

PARCERIAS, CONVÊNIOS E INTERCÂMBIOS NACIONAIS:

  1. SOFTEX- BA
  2. Parque Tecnológico de Salvador – ParqTec
  3. Centro de Projetos Fraunhofer em Engenharia de Sistemas e Software (FPC-UFBA)
  4. Instituto Recôncavo de Tecnologia
  5. UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais
  6. Universidade Presbiteriana Mackenzie
  7. Universidade Federal de São Paulo
  8. UFSCar – Universidade Federal de São Carlos
  9. USP – São Carlos – Universidade de São Paulo
  10. UFBa – Universidade Federal da Bahia
  11. RNP – Rede Nacional de Pesquisa
  12. UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana
  13. Instituto Federal de Educação da Bahia (IF-BA)
  14. Universidade Federal de Juiz de Fora
  15. CPqD – Centro de Pesquisa e Desenvolvimento
  16. UFPE – Universidade Federal de Pernambuco
  17. UFF – Universidade Federal Fluminense
  18. UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro
  19. Universidade de São Paulo (Escola Politécnica – EPUSP – Engenharia Elétrica, São Paulo)
  20. UFPA – Universidade Federal do Pará
  21. Secretaría da Receita Federal- Projeto SPED

 

PARCERIAS, CONVÊNIOS E INTERCÂMBIOS INTERNACIONAIS:

  1. ISCTE-IUL – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) – Portugal
  2. Universidade da Madeira – Portugal
  3. Fraunhofer Center for Experimental Software Engineering – University of Maryland at Baltimore (Maryland – USA)
  4. HTW – Hochschule Fur Technik und Wirtschaft des Saarlandes (Alemanha)
  5. Université Paris Saclay (França)
  6. USP (São Carlos) e Grupos de Pesquisa da França, Argentina e Chile
  7. Université Pierre et Marie Curie – UPMC (França)
  8. University of Turku (Finland)
  9. Universidade do Minho (Portugal)
  10. Universidade Nova de Lisboa (Portugal)
  11. University Wisconsin-Milwaukee (UWM) – EUA
  12. Technical University of Munich (Alemanha)
  13. University of Stuttgart (Alemanha)
  14. University of Innsbruck (Áustria)
  15. Concordia University (Canadá)
  16. Rutgers University – Rutgers Accounting Research Center/Continuous Auditing & Reporting Lab (EUA)

Programa de Pós-Doc

04 (quatro) docentes do PPGCOMP participaram do Programa de PósDoc no QUADRIÊNIO (2013-2016), com mais docente já programado para 2017. As universidades e temáticas envolvidas são as seguintes:

  • Prof. Paulo Nazareno Sampaio – 2015-1  – University Wisconsin-Milwaukee – USA
  • Prof Joberto S. B Martins – 2016-1 – Université Paris Saclay – Evry – França
  • Prof Glauco Carneiro – 2016-2 – University of Wisconsin-Milwaukee – USA
  • Prof. Paulo Caetano da Silva – 2017-1 – Rutgers University – USA _ Newark – New Jersey

————————————————————

Projetos de Pesquisa

Em relação aos projetos de pesquisa interinstitucionais com característica mais integradora e de destaque do QUADRIÊNO, temos:

Projeto FIBRE – Future Internet Brazilian Environment for Experimentation

O projeto FIBRE (https://fibre.org.br/ ) sob a coordenação do Prof. Joberto Martins foi um projeto internacional (chamada conjunta CNPQ/ EUC – Comunidade Europeia) de R4 3,5 milhões que envolveu 11 instituições no Brasil e 03 na Europa. O Projeto FIBRE encerrou em 2014 como projeto de pesquisa, mas continua ativo como “Rede de Serviço” de escopo nacional com a realização de novas pesquisas na área de SDN/ OpenFlow. O Projeto FIBRE no PPGCOMP resultou em 05 (cinco) trabalhos de conclusão diretamente ligados ao projeto com um trabalho em andamento com previsão de conclusão em 2017.

 

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISA (INCT) do CNPq

– National Institute of Science and Technology of Semiochemicals in Agriculture

——— O Prof. Rodrigo Spínola compõe a equipe de um dos INCTs aprovados na última chamada do CNPq (2016). Trata-se de um projeto de aproximadamente 10 milhões de reais liderado pela USP.

 

Projeto PROCAD

O Projeto PROCAD sob a coordenação do Prof. Joberto Martins foi um “Projeto de Cooperação Acadêmica” CAPES/PROCAD – Novas Fronteiras na TV Digital Interativa, entre o PPGCOMP/UNIFACS, a Universidade de São Paulo (São Carlos) e a Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. Esta parceria acadêmica foi um importante elemento de fomento e apoio no início do quadriênio para a visita de pesquisadores entre as IES parceiras, a realização de workshops conjuntos (03 workshops) e realização de cursos de curta-duração, além das atividades de pesquisa conjuntas. O projeto PROCAD do PPGCOMP foi efetivo entre 2009 e 2014.

 

Projeto “Living Lab para Smart Cities”

——— Projeto de PD&I aprovado na SECTI no valor de R$ 2.500.000,00. Este projeto é de autoria do Prof Rodrigo Spínola, tendo sido submetido via Fraunhofer, do qual a Unifacs, através do PPGCOMP, já é parceira. O projeto terá duração de 1 ano e meio e objetiva estabelecer no Parque Tecnológico da Bahia um laboratório para desenvolvimento de soluções para cidades inteligentes. Será desenvolvido em parceria com o Fraunhofer IESE da Alemanha.

 

Projeto UAware: Uma Plataforma de Comunicação de Crise Ubíqua e Sensível ao Contexto de apoio ao Gerenciamento de Emergências em Cidades e Áreas Industriais

——— Projeto de pesquisa aprovado no valor aproximado de R$ 970.000,00 junto à FAPESB. Este projeto, com duração de 3 anos, foi submetido também via Fraunhofer.

 

————————————————————

PROFESSORES VISITANTES INTERNACIONAIS E POSDOC NO PPGCOMP

Em 2015 e 2016, foi acolhido como bolsista PNPD/CAPES de Pós-Doutorado o pesquisador Sérgio Maravilhas (oriundo de Portugal) para a realização de PosDoc no PPGCOMP sob a supervisão do Prof. Joberto S. B. Martins.

O Prof. Maravilhas trabalha na área de Informação e Comunicação em Plataformas Digitais e tem uma atividade de pesquisa focada na inovação e empreendedorismo tecnológico. O foco do projeto de pesquisa é a criação de um espaço colaborativo para o estímulo à inovação usando a fabricação digital. O PPGCOMP se consolida como programa tendo agora como mais uma de suas ações de pesquisa o acolhimento de professores em PosDoc.

No QUADRIÊNIO foram atraídos 06 pesquisadores estrangeiros em visita ao PPGCOMP (Prof. Ethan – University Wisconsin-Milwaukee (USA), Prof. Ralf Denzer – HTW – Alemanha, 02 pesquisadores – Rutgers University) e Profs. Daniel José Diaz e Claudia Alejandra Viadana (Universidad Nacional de Rosário – Argentina)

Curso: Mestrado em Sistemas e Computação – PPGCOMP

Disciplina: Tecnologias e Sistemas para Cidades Inteligentes

Período: 2018-2

 

Tecnologias e Sistemas para Cidades Inteligentes

Objetivo:

O objetivo deste curso é abordar a estratégia de pesquisa e de desenvolvimento de sistemas, serviços e aplicações para as Cidades Inteligentes (Smart City). A disciplina usa uma abordagem integradora e multidisciplinar englobando diversas tecnologias que são utilizadas de forma articulada para o desenvolvimento de soluções para as cidades inteligentes.

 

Ementa:

Cidades inteligentes: cenário, requisitos e modelagem; Tecnologias para Cidades Inteligentes; Alocação de Recursos de Comunicação; Modelos de Alocação de Banda (BAM); Gerência Cognitiva de Redes e Sistemas; Raciocínio Baseado em Casos (CBR – Case-based Reasoning); E-Health; Inteligência Computacional;  Análise de Dados (Analytics); Big Data, Resiliência e mecanismos de Tempo-Real para Cidades Inteligentes; Projetos para Cidades Inteligentes; Experimentação para Cidades Inteligentes.

 

Tópicos:

1 Introdução – Cidades Inteligentes (Aula 1 – Prof. Joberto Martins – 09/08):

  • Cenário e Motivação
  • Requisitos, Modelos e Tecnologias para as Cidades Inteligente

 

2 Alocação Inteligente de Recursos de Comunicação em Cidades Inteligentes (Aula 1 – Prof. Joberto Martins – 09/08):

  • Alocação de Recurso (Resource Todosocation) – O problema da alocação de recursos de comunicação em Cidades Inteligentes
  • Projeto RePAF – Resource Provisioning and Todosocation Framework
    (  https://osf.io/bgqnh/ )
  • Modelo de Alocação de Banda (BAM – Bandwidth Todosocation Model)
  • Alocação Inteligente e Gerência Cognitiva (Cognitive Management) de recursos de comunicação

 

3 Inteligência Computacional para E-Health em Cidades Inteligentes (Aula 2 – Prof. Eldman Nunes – 30/08)

  • E-Health em Cidades Inteligentes
  • Fundamentos da Inteligência Computacional
  • Inteligência computacional aplicada em E-Health
  • Fundamentos de Computação Visual
  • Computação Visual aplicada em E-Health

 

4 Projeto Cidades Inteligentes – Living Lab (Fraunhofer) (Aula 3 – Prof. Rodrigo Spínola – 27/09)

  • Living Lab
  • Requisitos e Desafios para a Construção de Living Labs
  • Arquitetura de Software e Living Lab
  • Modelos de Negócio para Living Labs
  • O projeto Living Lab para Cidades Inteligentes Bahia

 

5 Big Data e Analytics para Cidades Inteligentes (Aula 4 – Prof. Glauco Carneiro – 25/10)

  • Big Data e Cidades Inteligentes – problema e desafios
  • Gestão da Informação em Cidades e Ambientes Inteligentes Colaborativos
  • Previsões de Comportamento de Negócios em Smart Cities através de Redes Sociais baseadas em Localização
  • Segurança de Dados em Cidades Inteligentes – Um Desafio para Big Data

 

6 Mecanismos de Resiliência e Tempo  Real nas Cidades Inteligentes (Aula 5 – Prof. Ernesto Massa – 08/11)

 

  • O problema das aplicações em tempo real nas Cidades Inteligentes
  • Resiliência para cidades inteligentes
  • Escalonamento de dados urgentes em Cidades Inteligentes
  • Fog Computing em Cidades Inteligentes

 

7 Apresentação dos artigos (Aula  6 – Banca de avaliação – 13/12)

 

REFERÊNCIAS:

Referências Aula 01:

Alocação Inteligente de Recursos de Comunicação

R. M. da S. Bezerra, F. Maristela, and J. Martins, “On Computational Infrastructure Requirements to Smart and Autonomic Cities Framework,” in IEEE International Smart Cities Conference – ISC2-2015, Guadalajara, Mexico, 2015, pp. 1–6.

I. Yaqoob, I. A. T. Hashem, Y. Mehmood, A. Gani, S. Mokhtar, and S. Guizani, “Enabling Communication Technologies for Smart Cities,” IEEE Communications Magazine, vol. 55, no. 1, pp. 112–120, Jan. 2017.

Eliseu M Oliveira, R. Reale, and Joberto S. B. Martins, “Cognitive Management of Bandwidth Todosocation Models with Case-Based Reasoning – Evidences Towards Dynamic BAM Reconfiguration –  ILLUSTRATED TECHNICAL PAPER,” JSMNet Networking and Technical Review, JSMNet Networking and Technical Review – Vol 19 N 1, Apr. 2018.

J. Martins, “Innovation in Future Internet Scenario with Network Programmability and Smart Systems,” Technical Report JSMNet Networking and Technical Review Vol 18 N 2, Aug. 2017.

J. Martins, “Towards Smart City Innovation – Under the Perspective of SDN, Artificial Intelligence and Big Data,” preprinted paper, ENCOM, Sept.. 2018.

 

Referências Aula 02:

Inteligência Computacional

BRAGA, Antônio de Pádua; F. DE CARVALHO, André Ponce de Leon; LUDERMIR, Teresa Bernarda. Redes Neurais Artificiais: Teoria e Aplicações. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2007. 226 p.

DA SILVA, Ivan Nunes; SPATTI, Danilo Hernane; FLAUZINO, Rogério Andrade. Redes Neurais Artificiais: para engenharia e ciências aplicadas. São Paulo: Artliber, 2010. 399 p.

FACELI, Katti et al. Inteligência Artificial: Uma Abordagem de Aprendizado de Máquina. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2015. 394 p.

LINDEN, Ricardo. Algoritmos Genéticos. 3. ed. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2012. 475 p.

OLIVEIRA JÚNIOR, Hime Aguiar et al. Inteligência Computacional: Aplicada à Administração, Economia e Engenharia em Matlab. São Paulo: Thomson, 2007. 370 p.

ROCHA FERNANDES, Anita Maria da. Inteligência Artificial: Noções Gerais. 1. ed. Florianópolis: Visual Books, 2005. 160 p.

SERRANO, Alberto García. Inteligência Artificial: Fundamentos, práctica y aplicaciones. Madrid: RC Libros, 2012. 285 p.

SIMÕES, Marcelo Godoy; S. SHAW, Ian. Controle e Modelagem Fuzzy. 2. ed. São Paulo: Blucher, 2007. 186 p.

VON WANGENHEIM, Christiane Gresse; VON WANGENHEIM, Aldo. Raciocínio Baseado em Casos. 1. ed. Barueri: Manole, 2003. 294 p.

 

Computação Visual

BACKES, André Ricardo; DE MESQUITA SÁ JÚNIOR, Jarbas Joaci. Introdução à Visão Computacional Usando Matlab. 1. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2016. 290 p.

GONZALES, Rafael C.; WOODS, Richard E. Processamento digital de imagens. 3. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. 624 p. Tradução de: Cristina Yamagami e Leonardo Piamonte.

GONZALES, Rafael C.; WOODS, Richard E. Processamento de imagens digitais. São Paulo: Edgard Blucher Ltda, 2000. 509 p. Tradução de Roberto Marcondes César Júnior e Luciano da Fontoura Costa.

MARQUES FILHO, Ogê; VIEIRA NETO, Hugo. Processamento digital de imagens. Rio de Janeiro: Brasport, 1999. 409 p.

MIRANDA, José Iguelmar. Processamento de imagens digitais: métodos multivariados em Java. Campinas: Embrapa Informática Agropecuária, 2011. 400 p.

PEDRINI, Hélio; SCHWARTZ, William Robson. Análise de imagens digitais: Princípios, algoritmos e aplicações. São Paulo: Thomson Learning, 2008. 508 p.

SOLOMON, Chris; BRECKON, Toby. Fundamentos de processamento digital de imagens: Uma abordagem prática com exemplos em Matlab. Rio de Janeiro: Ltc, 2013. 289 p.

 

Referências Aula 03:

Living Lab

Vale, T.; Carvalho, E.; Souza, M.; Raimundo, P.; Faria, I.; Elberzhger, F.; Spínola, R.O. . A Mapping Study on Living Lab: Characteristics, Smart Cities Initiatives, Challenges and Software Architecture Aspects. In: The International Workshop on Smart Cities Systems Engineering, 2018, Barcelona.

A. Folstad. Living Labs for Innovation and Development of Information and Communication Technology: A Literature Review. In: eJOV – The Electronic Journal for Virtual Organization & Networks, v. 10. 2008

N.Z. Kviselius; H. Ozan; M. Edenius; and P. Andersson. The Evolution of Living Labs: Propositions for Improved Design and Further Research. In: Proc. of the 5th Int. Conf. on Innovation and Management. 2008

L. Bass; P. Clements; R. Kazman. Software Architecture in Practice (3rd ed.). Addison-Wesley Professional. 2012

 

Referências Aula 04:

Big Data e Analytics

Ismail L, Zhang L, editors. Information Innovation Technology in Smart Cities. Springer Singapore; 2018.

Lee D, Felix JRA, He S, Offenhuber D, Ratti C (2015) CityEye: real-time visual dashboard for managing urban services and citizen feedback loops. s.n, Cambridge, USA.

Chitlur SS, Karduck AP (2015) Data driven decision making for sustainable smart environments. In: Innovations in information technology (IIT), 2015 11th international conference on IIT, Dubai, UAE.

Senseable City Laboratory. http://senseable.mit.edu/. Acessado em 1 Ago. 2018.

Securing Smart Cities Initiative. http://www.securingsmartcities.org. Acessado em 1 Ago. 2018.

 

Referências Aula 05:

KITCHIN, Rob. The real-time city? Big data and smart urbanism. GeoJournal, v. 79, n. 1, p. 1-14, 2014.

CHANG, Victor. Towards a Big Data system disaster recovery in a Private Cloud. Ad Hoc Networks, v. 35, p. 65-82, 2015.

QIU, Tie et al. A data-emergency-aware scheduling scheme for internet of things in smart cities. IEEE Transactions on Industrial Informatics, v. 14, n. 5, p. 2042-2051, 2018.

YI, Shanhe; LI, Cheng; LI, Qun. A survey of fog computing: concepts, applications and issues. In: Proceedings of the 2015 workshop on mobile big data. ACM, 2015. p. 37-42.

PERERA, Charith et al. Fog computing for sustainable smart cities: A survey. ACM Computing Surveys (CSUR), v. 50, n. 3, p. 32, 2017.

 

 

Duração do Curso: 30 horas

 

AVALIAÇÃO:

Artigo – 60 % (nota do orientador do artigo)

Apresentação do artigo – 20% (nota da banca)

Desempenho – 20% (nota do orientador do artigo)

 

Lista de Tópicos dos Artigos:

Tópico 1: Tecnologia Blockchain para Manipulação Confiável de Registros Médicos em E-Health (Prof. Joberto Martins)

Tópico 2: Técnicas de Aprendizado de Máquina (Machine Learning) para a Alocação de Recursos de Comunicação para a Internet das Coisas (IoT) (Prof. Joberto Martins)

Tópico 3: Técnicas de Análise de Grandes Volumes de Dados (Big Data) para as Cidades Inteligentes (Smart City) (Prof. Joberto Martins)

Tópico 4: Técnicas de Análise de Grandes Volumes de Dados (Big Data) para o Smart Grid (Prof. Joberto Martins)

Tópico 5: Inteligência Computacional Aplicada na Classificação do Grau de Urgência/Emergência do  Paciente (Prof. Eldman)

Tópico 6: Inteligência Computacional Aplicada em Incentivadores de Fisioterapia Respiratória (Prof. Eldman)

Tópico 7: Visão Computacional Aplicada em Imagens Médicas (Prof. Eldman)

Tópico 8: Investigação sobre o estado da prática sobre Living Labs (Prof. Rodrigo Spínola)

Tópico 9: Tecnologias para o desenvolvimento de Living Labs (Prof. Rodrigo Spínola)

Tópico 10: Ecosistemas de software e Cidades Inteligentes (Prof. Rodrigo Spínola)

Tópico 11: Oportunidades de Negócios usando Data Science em Cidades Inteligentes (Prof. Glauco Carneiro)

Tópico 12: O Perfil do Profissional de Data Science para atuar em Projetos de Cidades Inteligentes (Prof. Glauco Carneiro)

Tópico 13: Iniciativas de Data Science em Cidades da América Latina para apoiar Serviços Públicos  (Prof. Glauco Carneiro)

Tópico 14: Vulnerabilidades de Segurança de Dados em Smart Cities que podem ser tratados com Data Science (Prof. Glauco Carneiro)

Tópico 15: Técnicas de Resiliência em Cidades Inteligentes (Prof. Ernesto Massa)

Tópico 16: Estratégias de Escalonamento para Dados Urgentes em Cidades Inteligentes (Prof. Ernesto Massa)

Tópico 17: Fog Computing em Cidades Inteligentes (Prof. Ernesto Massa)

 

Definição dos tópicos dos artigos dos alunos:

Os alunos devem definir uma lista de 10 tópicos em ordem de  prioridade em relação aos tópicos apresentados pelos professores. Esta lista de prioridades deve ser enviada para joberto.martins@unifacs.br até 15/08/2018.

O tópico efetivamente alocado para o aluno será definido pela coordenação do curso tentando seguir a sua indicação de prioridade até 17/08/2018.

 

Outras Informações:

Apresentação dos tópicos para os alunos: 1a aula

Escolha de tópicos pelos alunos: até 15/08

Entrega dos artigos: até 16/11/2018

Artigo: usar template IEEE

Mínimo de 6 e máximo de 15 páginas

Enviar para:  orientador responsável pelo tópico

 

PROFESSORES:

 

Prof. Dr. Joberto S. B. Martins (joberto.martins@unifacs.br)

Professor at Salvador University (UNIFACS) and PhD in Computer Science at Université Pierre et Marie Curie – UPMC, Paris (1986). Invited Professor at HTW – Hochschule für Techknik und Wirtschaft des Saarlandes (Germany) since 2003, Senior Research Period at Université of Paris-Saclay in 2016, Salvador University head and researcher at NUPERC and IPQoS research groups on Resource Todosocation Models, Software Defined Networking – OpenFlow, Smart Cities, Smart Grid, Cognitive Management and AI application. Previously worked as Invited Professor at Université Paris VI and Institut National des Télécommunications (INT) in France and as key speaker, teacher and invited lecturer in various international congresses and companies in Brazil, US and Europe.

 

Prof. Dr. Rodrigo Spínola (rodrigo.spinola@unifacs.br)

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação da Universidade Salvador. Pesquisador do Centro de Projetos Fraunhofer para Engenharia de Sistemas e Software. Lidera o Time de Pesquisa sobre Dívida Técnica (www.tdresearchteam.com). Realizou Pós-Doutorado na University of Maryland Baltimore County e no Fraunhofer Center for Experimental Software Engineering (USA – 2011-2012), onde realizou pesquisas na área de manutenção de software. Doutor e Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela COPPE/UFRJ (2010 e 2004 respectivamente). Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Salvador (2001). Sua principal área de pesquisa é Dívida Técnica, fundamentando as atividades realizadas no paradigma da engenharia de software experimental. É revisor dos periódicos IEEE Transactions on Software Engineering, Journal of Systems and Software e Information and Software Technology. Possui experiência na área de engenharia de software tendo participado em diversos projetos de consultoria nas áreas de gerência de projetos, processos, requisitos e testes de software.

 

Prof. Dr. Éldman de Oliveira Nunes (eldman.nunes@unifacs.br)

Doutor e Mestre em Computação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com pós-doutorado pela Universidad Rey Juan Carlos (Espanha). É graduado em Processamento de Dados pela Uniderp e pós-graduado em Análise de Sistemas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e pelo Centro de Estudos do Pessoal (CEP) do Exército Brasileiro. É graduado em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), e Mestre em aplicações militares pela Escola de Aperfeiçoamento de de Oficiais (EsAO). Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação da Universidade Salvador (UNIFACS). Seus interesses de pesquisa abrangem Inteligência Computacional e Computação Visual.

 

Prof. Dr. Glauco de Figueiredo Carneiro (glauco.carneiro@unifacs.br) holds a PhD on Computer Science from the Federal University of Bahia (UFBA), a MSc on Computer Science from Salvador University (UNIFACS) and a BSc on Electrical Engineering from the Federal University of Bahia (UFBA). In 2016/2017 he was a pos-doc researcher at the University of Wisconsin-Milwaukee (UWM) in the United States. He is currently a full professor at the Department of Computer Science of Salvador University (UNIFACS) in Salvador-Bahia, Brazil. He has focused his effort on research projects targeting the following topics: a) Software Engineering from Empirical and Data Science perspectives; b) Cloud Computing; c) Data Science, including Machine Learning. He is reviewer of the Journals Computer Languages, Systems and Structures (Elsevier) and Information (MDPI).

 

Prof. Dr. Ernesto Massa

Em preparação

 

Curso: Mestrado em Sistemas e Computação – PPGCOMP

Disciplina: Tecnologias e Sistemas para IoT

Período: 2018-2

 

Tecnologias e Sistemas para Internet das Coisas

OBJETIVO

O objetivo deste curso é abordar a estratégia de pesquisa e de desenvolvimento de sistemas, serviços e aplicações para Internet das coisas (IoT – Internet of Things). A disciplina usa uma abordagem integradora e multidisciplinar englobando diversas tecnologias que são utilizadas de forma articulada para o desenvolvimento de soluções para sistemas IoT.

 

EMENTA

Internet das coisas: conceitos e desafios; Tecnologias, aplicações, serviços e modelos relacionadas à IoT;

 

TÓPICOS

 

  1. Introdução – Internet das coisas (Aula 1 – Prof. Jorge Campos e Profa. Ana Patrícia – 08/08):
  • Apresentação da disciplina
  • Apresentação dos temas para apreciação pelos alunos
  • Palestra de abertura com prof. Convidado (Cassio Prazeres): conceitos e desafios

 

  1. Tecnologias para IoT (Aula 2 – Prof. Arthur Kronbauer e Jorge Campos– 29/08):
  • Introdução a IoT
  • IPV6
  • Redes de sensores sem fio
  • Rede das coisas
  • Tecnologias
  • Aplicações
  • Desafios e oportunidades

 

  1. Redes em IoT (Aula 3 – Prof. Paulo Sampaio – 26/09)
  • Internet das Coisas – Uma visão arquitetural
  • Qualidade de Contexto
  • Contexto na arquitetura da IoT: sensores e usuário, borda, comunicação e computação em nuvem
  • Gestão de contexto na IoT: Principais desafios
  • Roteamento otimizado baseado em Contexto – Estudo de Caso (Projeto CAARF-SDN)

 

  1. Aplicações para IoT (Aula 4 – Prof. Paulo Caetano – 24/10)

(Em preparação)

 

  1. Desenvolvimento de aplicativos IoT (Aula 5 – Prof. Sergio Fernandes e Profa. Ana Patrícia – 07/11)
  • Desenvolvimento Dirigido por Modelos (MDD) – conceitos fundamentais .
  • MDD para sistemas embarcados
  • Smart home – sistemas embarcados para automação residencial
    • Estado da arte e plataformas de desenvolvimento
  • Um panorama do desenvolvimento MDD para smart home

 

  1. Avaliação (Aula 6 – Prof. Jorge Campos e Profa. Ana Patrícia 12/12)
  • Apresentação dos artigos
  • Avaliação

 

REFERÊNCIAS

 

Referências da Aula 01:

  • Bandyopadhyay, D.; Sem, J. Internet of Things: Applications and Challenges in Technology and Standardization. Wireless Pers Commun, DOI 10.1007/s11277-011-0288-5, pp. 49-69, 2011.
  • Ma, H. Internet of Things: Objectives and Scienti¯c Challenges Journal of Computer Science and Technology, pp.919-924, DOI 10.1007/s11390-011-1189-5, 2011

 

Referências da aula 02

  • Erik Brynjolfsson and Andrew McAfee. “The Second Machine Age: Work, Progress and Prosperity in a Time of Brilliant Technologies”.
  • Nitesh Dhanjani. “Abusing the Internet of Things: Blackouts, Freakouts, and Stakeouts”.
  • Adrian McEwen. “Designing the Internet of Things”.

 

Referências da Aula 03

  • Charith parera, Arkady Zaslavsky, Peter Christen, Dimitrios Georgakopoulos,”Context Aware Computing for The Internet of Things: A Survey”, IEEE Communications Surveys and Tutorials, vol. 16, no. 1, pp. 414-454, First Quarter 2014
  • Bellavista, A. Corradi, M. Fanelli, and L. Foschini, “A survey of context data distribution for mobile ubiquitous systems,” ACM Computing Surveys, vol. xx, no. xx, p. 49, 2013.
  • S. Kumar and D. R. Patel, “A survey on internet of things: Security and privacy issues,” International Journal of Computer Applications, vol. 90, no. 11, 2014.
  • M. Hossain, M. Fotouhi, and R. Hasan, “Towards an analysis of security issues, challenges, and open problems in the internet of things,” in Services (SERVICES), 2015 IEEE World Congress on. IEEE, 2015, pp. 21–28.
  • Meng, W. Ping & C. Chao-Hsien, ”Data Management for Internet of Things: Challenges, Approaches and Opportunities”, IEEE and Internet of Things Conference (iThings/CPSCom 2013), Aug.
  • F. J. Muakad, “Gerência de Encaminhamento Dinâmico e Adaptativo Baseado em Contexto,” Dissertação de Mestrado, UNIFACS Universidade Salvador, Salvador, Brasil, 2015.
  • S. Spinola, “Gestão de Contexto Aplicada ao Encaminhamento Adaptativo em Soluções Convergentes,” Dissertação de Mestrado, UNIFACS Universidade Salvador, Salvador, Brasil, 2015.

 

Referências da Aula 05:

  • Abuseta, Yousef. Towards an MDD Based Framework for Self Adaptive IoT Applications Development. International Journal of Computer Science and Software Engineering (IJCSSE), Volume 6, Issue 11. ISSN (Online): 2409-4285 p. 273-283. November 2017.
  • Sosa, C.M.R.; Leal, E.T.; Alabazares, D.L.; et al. A Methodology Based on Model-Driven Engineering for IoT Application Development. 20th International Conference on Digital Society and e-Governments, 2018.
  • Umuhoza, E. Brambilla, M; Domain Specific Language and Code Generation for Cross-Platform Mobile and It-Based Applications. Tese de doutorado, 2016. Disponível em file:///C:/Patricia/Aulas/UNIFACS/Mestrado/Disciplinas/IoT/DSL%20e%20code%20generation%20(Bambrilla)%20thesis.pdf, acessado em 06/08/2018.
  • Patel, P. Enabling High Level Application Development for the Internet of Things. Tese de Doutorado, 2014. Disponível em https://tel.archives-ouvertes.fr/tel-00927150/document, acessado em 06/08/2018.
  • Negash, B. et al. DoS-IL: A Domain Specific Internet of Things Language for Resource Constrained Devices. Procedia Computer Center, pp.416-423, Elsevier, 2017.

 

 

AVALIAÇÃO

Notas

  • Escrita do artigo – 40 % (nota do orientador do artigo)
  • Revisão de artigo
    • Revisão do artigo pelos pares – 20% (média das notas fornecidas pelos alunos revisores ao artigo avaliado)
    • Revisor de artigo – 10% (nota fornecida pelo professor da disciplina referente a contribuição do aluno como avaliador de artigo)
  • Apresentação do artigo – 30% (nota da banca)

 

Procedimentos para elaboração e entrega do artigo

 

  1. Da seleção do tópico
  • Cada tema só poderá ser escolhido por um único aluno
  • O aluno deve enviar para fontes@unifacs.br uma lista com todos os temas apresentados classificados por ordem de preferência
  • O professor fará a distribuição dos temas e informará ao aluno o tema a ele atribuído. A distribuição será feita considerando a ordem de recebimento dos e-mails dos alunos
  • Os alunos que não enviarem o email com suas preferências até a data solicitada terão o tema definido pelo professor da disciplina
    1. Tópicos disponíveis:

 

Id Tema Orientador Contato
1 Things to Cloud – Networking and Communication Issues Paulo Sampaio pnms.funchal@gmail.com
2 IoT Security Issues
3 Context Awareness (Quality of Context) in IoT
4 Desenvolvendo sistemas IoT com a abordagem de Desenvolvimento Dirigido por Modelos (DDM) Ana Patrícia

Sérgio Fernandes

ana.fontes@unifacs.br

anapatriciamagalhaes@gmail.com

sergiomfernandes63@gmail.com

 

5 Modelando Sistemas IoT: explorando abordagens ágeis e / ou gráficas para o desenvolvimento de sistemas IOT
6 Desenvolvimento de aplicações para smart home
7 Internet das Coisas voltada para a área da saúde Artur Kronbauer

Jorge Campos

arturhk@gmail.com

jorge@unifacs.br

 

 

8 Internet das Coisas voltada para a área de educação
9 Sensing the City – Utilizando pessoas como sensores
10 Blockchian e IoT:  Como integrar essas tecnologias emergentes e construir aplicações  baseadas na Blockchain para a Internet das Coisas. Paulo Caetano paulo.caetano@unifacs.br

 

11 Web Service e IoT: Como contruir aplicacçoes baseadas em web services para a Internet das coisas
12 Sistemas de Informações Financeiras, Auditoria, Prevenção de Lavagem de Dinheiro e IOT: Como a IoT pode ser usada para a audtitoria e prevenção de lavagem de dinheiro e sistemas de Informações financeiras baseados na Internet das coisas.

Da escrita do artigo

Da revisão do artigo

  • Cada aluno deverá revisar 2 artigos
  • Os artigos enviados para revisão não devem conter identificação (processo double blind review)
  • O revisor não será identificado para o autor
  • O processo será intermediado pelo professor da disciplina
  • Será oferecido um barema para avaliação dos artigos

Da apresentação do artigo

  • A apresentação será oral
  • A apresentação terá duração de 15 min adicionada de 5 min para perguntas
  • Haverá uma banca examinadora composta por pelo menos 2 professores

Da submissão do artigo

Datas importante

  • Escolha do tópico pelo aluno: até 17/08
  • Submissão do artigo para os prof. da disciplina: até 24/10
  • Envio dos artigos para os revisores: 25/10
  • Retorno da revisão para o prof. da disciplina: até 31/10
  • Submissão da versão final do artigo para o prof. da disciplina: até 21/11
  • Apresentação do artigo: 12/12

 

PROFESSORES

Profa. Dra Ana Patrícia Fontes Magalhães Mascarenhas

Doutora em Ciências da Computação (2016) e mestre em Mecatrônica (2007) pela Universidade Federal da Bahia. Atualmente é professora assistente da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e professora adjunta da Universidade Salvador (UNIFACS) onde atua em cursos de graduação e mestrado. Tem interesse em pesquisas em Engenharia de Software mais especificamente nas áreas de Desenvolvimento Dirigido a Modelos, Linguagens de modelagem específicas de domínio, Métodos ágeis de desenvolvimento e Linha de produto de software.

 

Artur Henrique Kronbauer

Doutor em Ciência da Computação, na área de Interação Humano-Computador pela Universidade Federal da Bahia (UFBA – 2013), mestre em Informática, na área de Redes de Computadores pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB – 1998) e graduado em Ciência da Computação pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ – 1993). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e Professor Adjunto da Universidade Salvador (UNIFACS). Integrante do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação (PPGCOMP – UNIFACS) e do corpo docente do Mestrado Profissional Gestão e Tecnologia Aplicadas à Educação (GESTEC – UNEB). Suas áreas de interesse são: Interação Humano-Computador, Usabilidade para Dispositivos Móveis, Avaliação da Experiência do Usuário (User eXperience – UXE), Interações Naturais, Computação Ubíqua e Pervasiva, Ambientes Inteligentes, Educação e Novas Tecnologias.

 

Jorge Alberto Prado de Campos

Ph.D. em Spatial Information Science and Engineering pela University of Maine at Orono (EUA, 2004), pós-doutorado no National Center for Geographic Information and Analysis-NCGIA (EUA, 2004), mestrado em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1991) e graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Bahia (1986). Professor e pesquisador do Mestrado em Sistemas e Computação da Universidade Salvador (UNIFACS) e Coordenador do Grupo de Aplicações e Análise Geoespaciais (GANGES). Membro do comitê de programa do Brazilian Symposium on Geoinformatics e revisor dos periódicos internacionais Transactions in GIS (1361-1682) e Journal of Visual Languages and Computing (1045-926X). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Informações Geográficas, atuando principalmente nos seguintes temas: modelagem e análise de dados espaço-temporais, computação móvel, visualização científica e realidade virtual.

 

Paulo Caetano da Silva

Pós-Doc na Rutgers Business School, 2017; Ph.D. em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, 2010; M.Sc. em Redes de computadores, Universidade Salvador – UNIFACS, 2003; B.Sc. em Engenharia Química, UFBA, 1985. Atualmente é professor na Universidade Salvador – UNIFACS, Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação e analista do Banco Central do Brasil. Experiência na área de Ciência da Computação, Engenharia de Software, Banco de Dados, XML e Sistemas de Informações. Atuando principalmente nos seguintes temas: OLAP / XML, XBRL, linguagem de marcação, ontologia, arquitetura orientada a serviços – SOA, sistemas de informação , Web e informações financeiras.

 

Paulo Nazareno Maia Sampaio

Professor Titular na Universidade Salvador (UNIFACS), e ele realizou o doutorado em Informática e Telecomunicações na Universidade Paul Sabatier (Toulouse III). O seu projeto de doutorado foi realizado no Laboratório de Análises e Arquitetura de Sistemas (LAAS-CNRS) em Toulouse (França). Além de docente na UNIFACS ele também é pesquisador no Núcleo de Pesquisa em Redes e Computação (NUPERC). Ele também realizou o pós-doutoramento e foi professor visitante na Universidade Wisconsin-Milwaukee em Milwaukee (USA). Ele possui diversas publicações em conferências nacionais e internacionais e em jornais científicos, e também ele tem participado ativamente de comitês científicos de conferências e jornais nacionais e internacionais. Os seus interesses de pesquisa são: o projeto e o desenvolvimento de Sistemas Multimídia Distribuídos, Engenharia de documentos e Web e Realidade Virtual e Aumentada.

 

Sérgio Martins Fernandes

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Bahia (1985), mestrado em Engenharia pela Universidade de São Paulo (2002) e doutorado em Ciências da Computação pela Universidade de São Paulo (2013). Atualmente é professor da Universidade Salvador (UNIFACS). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Engenharia de Software, atuando principalmente nos seguintes temas: processos de desenvolvimento de software prescritivos e ágeis, arquitetura de software, desenvolvimento dirigido por modelos, linguagens específicas de domínio, gerência de requisitos, análise e design orientados a objetos, gestão de projetos de software, modelagem de negócio.

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS E COMPUTAÇÃO

MESTRADO EM SISTEMAS E COMPUTAÇÃO

 

EDITAL DE SELEÇÃO – 2019-1

 

12ª TURMA DO CURSO DE MESTRADO ACADÊMICO EM SISTEMAS E COMPUTAÇÃO

 

De acordo com o calendário da Universidade Salvador – UNIFACS, o Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação, (PPGCOMP) declara aberta, no período compreendido entre 03 de outubro de 2018 e 7 de dezembro de 2018, as inscrições para o preenchimento de vagas do primeiro semestre para a 12ª turma do curso de Mestrado Acadêmico em Sistemas e Computação.

 

I – SOBRE O CURSO:

Linhas de Pesquisa:

  • Engenharia de Software
  • Redes de Computadores
  • Multimídia e Aplicações Avançadas

 

Tópico de atuação do PPGCOMP:

  • Internet das Coisas (IoT)
  • Cidades Inteligentes (Smart City)
  • Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquina (Machine Learning)
  • Redes Neurais, Aprendizado por Reforço (Reinforcement Learning), Deep Learning
  • Métodos, Técnicas e Ferramentas para Engenharia de Software
  • Banco de Dados, Qualidade de Dados e Mineração de Dados
  • Sistemas e Aplicações Multimídia
  • Realidade Virtual e Aumentada
  • E-Health
  • Redes Elétricas Inteligentes (Smart Grid)
  • Segurança e Cybersecurity
  • Visualização e Ferramentas de Produtividade de Software
  • User Experience (UX)
  • Sistemas de Geoprocessamento
  • Engenharia de Requisitos e Testes Ágeis
  • Blockchain
  • Inteligência Computacional
  • Processamento Digital de Imagens
  • Robótica
  • Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) e XBRL
  • Redes Definidas por Software (SDN) – OpenFlow
  • Compreensão, Manutenção e Métricas de Software
  • Desenvolvimento Dirigido por Modelos e Geração Automática de Código
  • Gerência Cognitiva e Autonômica
  • Redes baseadas em Contexto
  • Engenharia de Documentos
  • Metodologias de Projeto de Software

 

 Abordagem inovadora e multidisciplinar orientada a projetos:

Como destaque da sua estrutura curricular, o PPGCOMP faz uso de uma estratégia inovadora e multidisciplinar orientada a projetos através de duas disciplinas integradoras com foco nas temáticas Internet das Coisas (IoT) e Cidades Inteligentes (Smart City). Estas disciplinas integradoras abordam diversos problemas práticos, desafios e aspectos de pesquisa no contexto das cidades inteligentes fazendo uso de diversas tecnologias computacionais correspondendo aos tópicos de atuação do curso. Do ponto de vista da coordenação entre as diferentes temáticas de pesquisa desenvolvidas, os projetos são propostos visando proporcionar aos alunos uma perspectiva multidisciplinar sobre os problemas abordados, cobrindo áreas relevantes e de forte demanda.

 

Programação das Aulas do PPGCOMP:

As disciplinas do PPGCOMP são executadas em 06 semanas pré-programadas do semestre de segunda à sexta no período da noite e no sábado pela manhã. O mestrando deve fazer 6 disciplinas por semestre em dois semestres consecutivos.

 

 

I – SOBRE O PROCESSO SELETIVO:

 

  1. As inscrições deverão ser realizadas através do site da UNIFACS (www.unifacs.br), efetuando os seguintes procedimentos:
  1. Preencher a ficha de inscrição no site http://www.unifacs.br/mestrado/mestrado-em-sistemas-e-computacao/ ;
  2. Emitir o boleto;
  3. Pagar o boleto;
  4. Dirigir-se das 08h às 16h, à Coordenação de Mestrado em Sistemas e Computação, localizado no Campus da Pós-Graduação – Rua Dr. José Peroba, 251, Stiep, CEP: 41770-251, sala 602, com o comprovante de pagamento da taxa de inscrição e a documentação relacionada abaixo, para confirmação da inscrição.

 

  1. Documentos necessários à inscrição:

 

  • Formulário de Inscrição;
  • 01 (uma) cópia e o original do Diploma de Graduação e Pós-graduação (se for o caso), assim como o(s) respectivo(s) Histórico(s) Escolar(es);
  • Curriculum vitae atualizado, com documentação comprobatória;
  • Redação de não mais do que 1.000 palavras contendo:

(a) auto avaliação das suas atividades acadêmicas e profissionais até o momento (não basta repetir as informações contidas no Curriculum Vitae);

(b) Motivação para realizar um curso de pós-graduação na área de Computação e na modalidade pretendida (acadêmico ou profissional);

(c) Tempo disponível para se dedicar ao curso;

(d) Indicação da motivação pela linha de pesquisa pretendida;

(e) outras informações relevantes.

  • Comprovante de inscrição no POSCOMP, caso disponível;
  • 02 (duas) cartas de recomendação, de preferência de Professores com título de Doutor ou Mestre;
  • 01 (uma) cópia e original da Carteira de Identidade ou equivalente e do CPF;
  • 01(uma) cópia e original da Certidão de Nascimento ou de Casamento;
  • 02 (duas) fotos 3×4, recentes.

 

  1. Processo de Seleção:

 

3.1) Critérios de seleção:

  1. Análise do Histórico Escolar e do Curriculum Vitae;
  2. Análise das Cartas de Recomendação;
  3. Resultado do POSCOMP, caso disponível. Embora não obrigatório, os candidatos podem ser beneficiados pelo seu resultado;
  4. Redação Temática;
  5. Prova de Inglês;
  6. Entrevista com os Candidatos.
  7. O candidato aprovado no processo seletivo deverá apresentar no ato da matrícula o RG e CPF original.

 

3.2) Cronograma:

  1. Entrevistas e Provas de Redação e Inglês: 11 e 12 de dezembro de 2018
  2. Resultado final: 14 de dezembro de 2018
  3. Período de matrícula: 17 a 21 de dezembro de 2018
  4. Início das aulas: Março de 2019

 

3.3) O processo de seleção ocorrerá no seguinte endereço: Rua Dr. José Peroba, 251 – STIEP – Salvador- Bahia – Edf. Civil Empresarial – 6o andar – PPGCOMP: Programa de Mestrado em Sistemas e Computação.

 

  • Número de vagas: 20 (vinte) vagas.

 

  1. A UNIFACS se reserva ao direito de não abrir turma, caso as vagas disponibilizadas para o curso, não sejam preenchidas.

 

  1. Taxa de inscrição: R$ 80,00 (boleto bancário disponível no site da UNIFACS).

 

  1. Informações:

Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação Site: http://www.unifacs.br/mestrado/mestrado-em-sistemas-e-computacao/ . Prédio da Reitoria, 6 º andar, Fone (71) 3330-4630 (a/c de Josiane) –   josiane.melo@unifacs.br

 

Salvador, 03 de outubro de 2018

 

Prof. Dr. Joberto Sérgio Barbosa Martins

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação

 

Acesse o edital  – Ficha de Inscrição

EDITAL DE SELEÇÃO – 2019-1

12ª TURMA DO CURSO DE MESTRADO ACADÊMICO EM SISTEMAS E COMPUTAÇÃO

 

De acordo com o calendário da Universidade Salvador – UNIFACS, o Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação, (PPGCOMP) declara aberta, no período compreendido entre 03 de outubro de 2018 e 7 de dezembro de 2018, as inscrições para o preenchimento de vagas do primeiro semestre para a 12ª turma do curso de Mestrado Acadêmico em Sistemas e Computação.

 

Cronograma:
a) Entrevistas e Provas de Redação e Inglês: 11 e 12 de dezembro de 2018
b) Resultado final: 14 de dezembro de 2018
c) Período de matrícula: 17 a 21 de dezembro de 2018
d) Início das aulas: Março de 2019

 

Informações:

Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação Site: http://www.unifacs.br/mestrado/mestrado-em-sistemas-e-computacao/ . Prédio da Reitoria, 6 º andar, Fone (71) 3330-4630 (a/c de Josiane) –   josiane.melo@unifacs.br

 

Acesse o edital  – Ficha de Inscrição

    Abordagem Inovadora e Multidisciplinar orientada a Projetos

     

    A partir do semestre letivo de 2018-2, o Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Computação, (PPGCOMMP) está ofertando em sua grade de disciplinas duas novas disciplinas em caráter inovador.

    Como destaque da sua estrutura curricular, o PPGCOMP faz uso de uma estratégia inovadora e multidisciplinar orientada a projetos através de duas disciplinas integradoras com foco nas temáticas:

    •  Tecnologia e Sistemas para Internet das Coisas (IoT), e;
    •  Tecnologia e Sistemas para Cidades Inteligentes (Smart City).

    Estas disciplinas integradoras abordam diversos problemas práticos, desafios e aspectos de pesquisa no contexto das cidades inteligentes fazendo uso de diversas tecnologias computacionais correspondendo aos tópicos de atuação do curso. Do ponto de vista da coordenação entre as diferentes temáticas de pesquisa desenvolvidas, os projetos são propostos visando proporcionar aos alunos uma perspectiva multidisciplinar sobre os problemas abordados, cobrindo áreas relevantes e de forte demanda.