UNIFACS será homenageada na 16º Celebração do Orgulho LGBTTQIA, em Salvador

UNIFACS será homenageada na 16º Celebração do Orgulho LGBTTQIA, em Salvador

A UNIFACS será uma das empresas homenageadas pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), durante a 16ª Celebração do Orgulho LBTTQIA da Bahia, a ser realizada  no dia 10/09, em Salvador. O Prêmio de Honra ao Mérito Cultural LGBTTQIA, instituído em 2009, será entregue a empresas reconhecidas nacionalmente e que inovaram em suas ações voltadas à diversidade. A honraria será entregue no dia 10 de setembro, na coletiva de imprensa da Celebração, no Teatro Castro Alves, em Salvador.

A ideia da homenagem é reconhecer publicamente os esforços realizados por essas empresas, órgãos e instituições para realçar valores como dignidade humana, cidadania e gestão da diversidade. Empreendimentos tradicionais e de diversos ramos associaram elementos como consumo consciente, economia e cidadania, incluindo de forma direta em suas campanhas indivíduos e símbolos culturais do segmento LGBTTQIA, o que abre perspectivas modernas da relação de consumo e respeito aos usuários.

A 16ª Celebração do Orgulho LGBTTQIA da Bahia é uma realização dos grupos Gay da Bahia e Quimbanda Dudu e tem início marcado para as 11h no dia 10/09 na Praça do Campo Grande, Centro de Salvador. Estima-se a participação de dez trios elétricos que percorrem o mesmo circuito do carnaval do centro da cidade.

Comitê da Diversidade

A Criou o Comitê da Diversidade, Direitos Humanos e Cultura da Paz, realizando parcerias com diversas entidades representativas por meio do termo de Cooperação Técnica para a realização de projetos na perspectiva LGBTTQIA. O GGB é um dos parceiros da UNIFACS, que se integra ao “Pacto Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, da Cultura da Paz e dos Direitos Humanos”, uma iniciativa conjunta do Ministério da Educação e do Ministério da Justiça e Cidadania para a promoção da educação em direitos humanos no ensino superior. O objetivo do Pacto é superar a violência, o preconceito e a discriminação, e promover atividades educativas de promoção e defesa dos direitos humanos nas Instituições de Ensino Superior.


Yuri Girardi