Uma lenda viva chamada Prof. Barros

Uma lenda viva chamada Prof. Barros

Dono de uma memória fantástica e de uma inteligência singular, o Chanceler da UNIFACS, Prof. Manoel Joaquim Fernandes de Barros Sobrinho, mais conhecido no meio acadêmico como Professor Barros, completa, hoje, 80 anos de idade e de uma vida inteira dedicada à educação e ao progresso da Bahia. Sua trajetória mistura-se com a da Universidade, que completou no ano passado, 45 anos de existência e é um dos seus maiores orgulhos.

Sobre as maiores conquistas ao longo da sua trajetória, Professor Barros faz questão de destacar duas coisas:“minha família é meu maior orgulho. Sou casado há 54 anos, temos quatro filhos, oito netos e tive a sorte de, recentemente, ganhar um bisneto. Essa é realmente a coisa mais importante que aconteceu. Depois foi a própria universidade”.

Nascido em 15 de junho de 1938, formou-se em Química Industrial aos 23 anos de idade. No ano seguinte, em 1962, ingressou na Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (Ufba) como Professor-Assistente, na disciplina de Química Geral dos cursos de Engenharia. Tempos depois, foi selecionado pela UFBA para fazer um Master of Business Administration (MBA) na Michigan State University, nos Estados Unidos. Quando retornou, passou a ensinar disciplinas de Administração de Produção e iniciou a carreira de um administrador de sucesso.

O educador

Professor Barros chegou a atuar na gestão pública, na Secretaria da Indústria e Comércio do Estado da Bahia, no governo Luiz Viana Filho, onde criou e coordenou o Programa de Fomento à Industrialização no Interior. Pouco tempo depois foi nomeado Secretário Substituto, e, em 1969, assume a Secretaria. Mas a paixão pela educação fez com que, aos 34 anos, fundasse a Escola de Administração de Empresas da Bahia.

A visão empreendedora em enxergar a Administração como uma profissão importante, mesmo sendo uma atividade profissional nova à época, e a coragem de inovar no ensino trazendo as metodologias ativas, fizeram a Escola de Administração ir muito além do que apenas ser um curso de graduação. Nos anos seguintes, a instituição agregou outros cursos e em 1989 passou a chamar-se FACS – Faculdades Salvador. Em 1997 foi credenciada como universidade, passando a ser conhecida como UNIFACS – Universidade Salvador.

Renovação

Em 2010, a UNIFACS passou a integrar a Rede Laureate de Universidades Internacionais, alcançando 45 anos de atuação no ensino superior, sendo considerada uma das mais importantes universidades do Norte/ Nordeste. Durante todo este tempo, o Professor Barros foi dirigente da Instituição, ocupando sucessivamente as posições de Diretor, Diretor Geral, Reitor e, atualmente, Chanceler.

“Nós fomos recredenciados em 2010 com a nota máxima 5. Quando houve a incorporação, como eu já tinha mais de 70 anos, assumi a posição de chanceler. E a professora Marcia, minha filha, passou à reitora a convite da Laureate. A Chegada da Laureate foi muito importante, pois contribuiu para que a universidade acompanhasse um movimento de inovação e, ao mesmo tempo, conservasse as diretrizes acadêmicas de qualidade que já faziam parte da essência da UNIFACS. Em 2018, conquistamos mais um recredenciamento com nota máxima”, destaca o professor Barros.

O chanceler faz questão de atribuir o sucesso da UNIFACS tanto às melhorias feitas pela Laureate quanto ao trabalho de grandes professores e engajamento de estudantes que passaram pela Instituição. Esbanjando saúde, ele segue atuando sem pretensão de se aposentar. Um viva ao Professor Barros!


Felipe Custódio