Jovens empreendedores sociais são reconhecidos pela Laureate Brasil

Jovens empreendedores sociais são reconhecidos pela Laureate Brasil

De 5 a 10 de novembro, empreendedores sociais de todo o Brasil reconhecidos pela Laureate terão um encontro marcado para apresentar seus projetos e debater novas práticas no Prêmio Laureate Brasil Jovem Empreendedor Social 2017. Na sua 10ª edição, a premiação contabiliza cerca de 150 belas histórias de protagonismo juvenil focado no empreendedorismo social, sempre voltado para levar diferenciais para a sociedade.

Realizado anualmente pela Laureate Brasil para qualquer cidadão entre 18 e 29 anos, o prêmio tem o objetivo de identificar e premiar iniciativas que possam fazer a diferença nas comunidades em que estão inseridas. Dessa forma, os projetos finalistas são contemplados com uma semana de capacitação, de onde serão preparados para gerir suas iniciativas de forma sustentável.

Dez anos de histórias de sucesso – O Prêmio Laureate Brasil Jovem Empreendedor Social 2017 também é uma oportunidade para contar as histórias de jovens que se destacaram nas edições anteriores e que continuam, através do Global Fellows e da YouthActionNet®, a ampliar seus projetos sociais. Desde a primeira edição cerca de 150 jovens já tiveram seus projetos reconhecidos e apoiados através da premiação.

Participam do prêmio quatro programas ligados a instituições de ensino da Laureate: no Sul e Sudeste, o programa Jovem Empreendedor Social – Universidade Anhembi Morumbi; no Nordeste, o programa Jovem Empreendedor Social – Universidades Potiguar (UnP) e UNIFACS, de Natal e Salvador respectivamente; e no Norte e Centro Oeste, o programa Jovem Empreendedor Social – UniNorte.

 

Conheça os representantes da UNIFACS

DSC_0317

NOME : Nicholas Montenegro

IDADE: 26

PROJETO SUBMETIDO: SOLIDAREASY

A Solidareasy é uma startup do setor 2.5 que liga negócios e pessoas a Instituições de Bem Estar Social através de soluções em e marketplace e e commerce. Através da Solidareasy, é possível financiar um produto para uma Instituição diretamente com o fornecedor (cestas básicas ou kits escolares, por exemplo), vender produtos novos/usados num sistema de classificados online e destinar comissões do valor de venda diretamente para ONGs; e realizar leilões solidários online. O Brasil possui mais de 400.000 Fasfil, segundo a ABONG (Associação Brasileira de ONGS) e um valor anual de doações filantrópicas que gira em torno de R$ 13 bilhões anuais segundo o IDIS. Ainda assim, existe uma lacuna de soluções palpáveis que aproximem doadores de ONGs num sistema ganha ganha que fuja da sensação de doação a fundo perdido e assuma um caráter de investimento social. A Solidareasy existe para mostrar que investimento social tem retorno mostrando a amplitude do impacto social realizado por ONGs e afins.

Saiba mais: www.solidareasy.com 

DSC_0316

NOME: Geórgia Nunes

IDADE: 28

PROJETO SUBMETIDO: Amora Brinquedos Afirmativos

O Projeto Amora consiste num Ateliê de brinquedos afirmativos, que tem uma missão: espalhar bonecas e bonecos pretinhos pelo mundo, e com isso levar representatividade, autovalorização e autoestima pras nossas crianças que possuem a pele com mais melanina. Essa missão acontece por meio de eventos intitulados Amora Missão. Em cada Amora Missão são distribuídxs bonecxs produzidxs pelo Ateliê Amora (a cada um que o Ateliê vende, outro é produzido para doar). O que mantém esse projeto vivo são os sorrisos que, de forma bem sortuda, eu tenho a oportunidade de ver no rosto de cada criança que recebe uma Amora. Ao se ver representada no brinquedo, a criança constrói novas possibilidades de se enxergar e se inserir no mundo. Quando uma criança negra brinca com uma boneca branca, de olhos azuis, e pele clara, e todas essas características fenotipicamente europeizadas, ela não se enxerga ali.

Saiba mais: www.amorabonecas.com.br

 

Sobre o Prêmio Laureate Brasil Jovem Empreendedor Social 2017

A cerimônia de entrega do Prêmio Laureate Brasil Jovem Empreendedor Social será realizada este ano em Natal, na Universidade Potiguar, integrante da rede internacional de universidades Laureate. A premiação marca o encerramento de uma série de atividades online e presenciais, que incluem um curso de empreendedorismo social. Os finalistas também recebem uma premiação de US$2mil para aplicar nos seus programas. Além do investimento financeiro, todos esses jovens empreendedores farão parte do YouthActioNet®. Criado em 2001 pela International Youth Foundation(IYF)  que é parceira da Laureate na premiação, o programa reúne uma comunidade de mais de 1.500 fellows em mais de 90 países, cujas iniciativas impactam positivamente a vida de mais de 1.5 milhões de pessoas. Através do YouthActionNet®, nossos fellows receberão benefícios exclusivos, incluindo oportunidades de aprendizado, acesso a recursos humanos e financeiros, e visibilidade global para o seu projeto.


Yuri Girardi